Revista de Imprensa
Isto era mesmo necessário? Mesmo, mesmo?
Mauro
2018-09-12 09:30:00
Se calhar, não fez assim muito sentido...

Esta quarta-feira traz duas entrevistas de Artur Torres Pereira na imprensa desportiva. Não uma, mas duas. Não com dois conteúdos diferentes, mas com o mesmo. Duas entrevistas quase iguais, com ideias semelhantes e tudo isto poucos dias após haver nova direção no clube. "Artur Torres Pereira conta tudo", titula "A Bola". Mas será que isto era mesmo necessário? Dias depois de o clube ter, idealmente, ganho paz com as eleições, fará sentido hostilizar Bruno de Carvalho, Ricciardi, Gelson e Rafael Leão? Foram semanas de apelo à serenidade e discrição e, agora, são linhas e linhas de bicadas que ressuscitam assuntos idealmente arrumados, pelo menos na praça pública. Se calhar, não fez assim muito sentido. Mas uma coisa é certa: para nós, jornalistas, é bom ver os intervenientes falar. Sob esse ponto de vista, obrigado, caro Torres Pereira.

Mas vamos à bola. No Bancada, trouxemos-lhe umas coisinhas gourmet. Em matéria de Sporting - que ontem venceu o Oriental -, fomos atrás de histórias boas sobre Hugo Viana, um dos homens de Varandas. E descobrimos! Por cá, ainda em ressaca da vitória da seleção frente à Itália, o António Tadeia analisou o novo Portugal. Fê-lo na Opinião Bancada e, jutando-lhe outros temas atuais, fê-lo com o Camilo Lourenço, no Pontapé de Canto. Mas há mais: o Sérgio Cavaleiro indignou-se por ninguém ter dado a provar cozido à portuguesa a Kevin-Prince Boateng. E, aqui entre nós, ele tem toda a razão. 

Para terminar, três historinhas: uma bizarra - mas hilariante -, que remete para as cabras oferecidas ao Sunderland, uma polémica, que envolve as maluquices de Roy Keane, e uma curiosa, que nos traz o provável regresso de Berlusconi ao futebol.

Por cá - e como não há futebol para entreter a malta -, há forrobodó. O Benfica foi punido com um jogo à porta fechada, tal como Paços de Ferreira e SC Braga, mas já garantiu que vai recorrer da decisão

Enquanto isto acontecia, sorteou-se a segunda eliminatória da Taça de Portugal, com 22 equipas repescadas. Por falar em taças... Aboubakar lesionou-se e, por isso, o jornal "Record" tem, na manchete, uma notícia que remete para a utilização de Marega no jogo da Taça da Liga. Sem Aboubakar, não pode haver facilitismo, escreve-se.

Mas vamos lá às seleções. Os sub-21 portugueses colocaram-se em maus lençóis, há uns dias, mas corrigiram um pouco a coisa, depois de vencerem o País de Gales, nesta terça-feira. Ainda assim, a vitória da Roménia quase garante à armada de Bucareste o primeiro lugar, algo que, na melhor das hipóteses, atirará Portugal para o playoff de acesso ao Euro 2019. Rui Jorge falou de sofrimento. E bem pode falar, porque ver esta seleção já esteve mais longe de ser um sofrimento.

Na engraçada e bem esgalhada Liga das Nações, a Espanha despachou, à meia dúzia, a Croácia, vice-campeã do Mundo.

Para terminar, umas coisinhas lá de fora. De Laurentiis quer o Nápoles a jogar num estádio melhor - e disse-o de forma bem agressiva -, enquanto a UEFA quer uma nova competição de clubes

Como não gostamos de terminar com estrangeirices, fique com uma lista de onze adaptações no futebol português, a propósito da ideia de ter William a jogar a 8.