Visto da Bancada
Teixeirinha (nº 160)
2017-11-20 12:30:00
Antigo lateral esquerdo de Estoril e Portimonense lembra a estreia dos algarvios na Taça UEFA

Teixeirinha não esquece a derrota averbada pelo Portimonense, em Belgrado, diante do Partizan, por 4-0, na primeira eliminatória da Taça UEFA de 1985/86. Um jogo marcante em dois sentidos: por ser o primeiro fora de portas da equipa algarvia e pelo próprio resultado. "É daqueles jogos que não se esquecem" refere o antigo lateral-esquerdo ao Bancada, sustentando: "Foi o ano de estreia do Portimonense na Taça UEFA e como tal foi também o primeiro jogo fora. Só foi pena termos perdido por 4-0, um resultado marcante, que acabou por ditar o nosso afastamento das competições europeias."

Depois de ter ganho em Portimão por 1-0, através de um golo de Pita, eram legítimas as aspirações da equipa portuguesa de seguir em frente, mas a pesada derrota averbada em Belgrado deitou tudo a perder. Vucicevic inaugurou o marcador aos 18 minutos, através de um penálti, e perto da meia hora Djukic elevou a diferença para dois golos sem resposta. Mais dois remates certeiros de Vucicevic, o grande "carrasco" do conjunto algarvio", aos 81 e 85 minutos, consumaram o resultado, acabando com o sonho da equipa portuguesa.

"O Portimonense tinha uma bela equipa nessa altura com jogadores como Dinis, Simões", recorda Teixeirinha, que representou os algarvios durante quatro temporadas consecutivas, afirmando-se como titular indiscutível. 

Vítor Oliveira, o atual técnico, era o treinador de então da equipa de Portimão no ano de estreia da UEFA, depois de Manuel José ter alcançado um lugar europeu, fruto da melhor classificação de sempre em 1984/85, o quinto lugar, e ter rumado a Alvalade para treinar o Sporting.

Sê o primeiro a comentar: