Portugal
“Já se viram coisas mais estranhas no futebol", alerta Pako Ayestarán
Redação
2021-04-29 14:20:00
Na antevisão do jogo com o Benfica, o treinador do Tondela garante que a manutenção não está garantida

O treinador do Tondela disse hoje que a sua equipa vai competir por um bom resultado frente ao Benfica, em jogo da 30.ª jornada da I Liga, no qual quer tentar ter posse de bola.

“Pode acontecer qualquer coisa no jogo, podes ganhar, podes perder, podes empatar, porque depende de muitos detalhes, mas o que sei é que vamos competir e isso para mim é o que me dá muita tranquilidade”, admitiu o treinador da equipa beirã.

O técnico reconheceu que sabe que pode não vir a ter muita posse bola de bola, nem o controlo do jogo, mas não vai desistir de lutar por elas.

“Sabemos que é difícil e, provavelmente, não acontecerá, mas vamos tratar de conseguir [ter posse de bola]”, afirmou, em conferência de imprensa de antevisão ao jogo de sexta-feira, marcado para as 19h00, no Estádio João Cardoso, em Tondela, frente ao Benfica.

“A partir daí sabemos que temos de ser um bloco muito sólido e compacto e ser capazes de detetar, quando eles perdem posição, em que momentos a nossa transição lhes pode fazer danos. Creio que neste tipo de jogos vamos ter mais oportunidades em transição de que em jogo posicional”, adiantou.

Sobre o adversário, Pako Ayestarán disse que “é uma equipa que tem muito jogo interior, que é capaz de combinar muito bem por dentro, que tem jogo exterior quando precisa, que tem bons rematadores, que faz muitos cruzamentos”.

“É uma equipa difícil de defender, mas em todos os jogos há uma oportunidade e todos os dias trabalhamos para ter uma oportunidade no jogo” disse o técnico espanhol.

Pako Ayestarán reconheceu ainda que quer “continuar neste momento de forma”, o melhor momento da época do Tondela, mas mais do que o jogo a jogo, a pontuação ou as vitórias, é no dia a dia que vê os resultados.

“O que me dá tranquilidade é ver como os jogadores estão a treinar diariamente, como estão a competir e sobretudo algo que para mim é importante, e que conseguimos, é que há um respeito, competição e partilha entre eles até para chegar ao ‘onze’. Tenho-lhes dito que, num coletivo como o nosso, temos de ser capazes saber partilhar o lugar na equipa. Estou satisfeito por isso, porque é isso que dá tranquilidade”, admitiu.

Até porque, disse, não está tranquilo em relação aos 35 pontos na I Liga e admitiu que tem dito aos jogadores que, matematicamente, o Tondela ainda não tem a manutenção garantida na I Liga.

“Nada está fechado. Já se viram coisas mais estranhas no futebol. Ainda ninguém atirou a toalha ao chão e temos claro que temos de continuar a competir, não podemos esquecer o que nos trouxe até aqui e o mais importante é que dependemos de nós e isso é muito importante, mas não estamos confiantes”, disse.

O Tondela, nono classificado, com 35 pontos, recebe na sexta-feira, pelas 19:00, no Estádio João Cardoso, o Benfica, terceiro, com 63, em jogo a contar para a 30.ª jornada da I Liga de futebol.