Visto da Bancada
Vítor Paneira (nº 72)
2017-08-11 12:30:00
Antiga estrela do Benfica não esquece a final da Liga Europa que as águias perderam para o Chelsea nos descontos

Vítor Paneira não esquece a final da Liga Europa que o Benfica perdeu para o Chelsea já nos minutos de compensação no dia 15 de Maio de 2013. A antiga estrela dos encarnados viveu momentos de grande glória no relvado, mas desta feita, enquanto adepto, imperou a desilusão, num jogo em que, no seu entender, o clube da Luz tinha tudo para ganhar.

"A final de Amesterdão marcou-me enquanto adepto", lembra o antigo médio dos encarnados ao Bancada, sustentando: "Era um jogo difícil, mas o Benfica mostrou que tinha argumentos para ganhar, pelo que perder da forma como perdeu já nos descontos custou bastante."

"Foi uma das maiores desilusões até porque pouca gente esperaria que o Benfica perdesse depois da bela exibição que fez. O Chelsea revelou grandes dificuldades e só mesmo através de um lance de bola parada conseguiu fazer a diferença", acrescenta Vítor Paneira, recordando jogadores como "Gaitán ou Cardozo."

O Benfica, então orientado por Jorge Jesus, até começou a final de Amesterdão a perder mercê de um golo apontado por Fernando Torres à passagem da hora de jogo, mas oito minutos depois Óscar Cardozo empatou através da marcação de um penálti. Só que no terceiro minuto de compensação Ivanovic, de cabeça, na sequência de um pontapé de canto, deu o triunfo aos britânicos, na altura liderados por Rafael Benítez. "Custou perdermos assim, pois até são lances que são muito estudados e trabalhados, mas uma falha de marcação deitou tudo a perder."