Visto da Bancada
Sónia Morais Santos (nº 3)
2017-06-03 20:00:00
A autora do blog "Cocó na Fralda" relembra um jogo de triste memória para os sportinguistas

Não sendo uma fervorosa adepta de futebol, só um jogo muito especial poderia separar Sónia do seu filho de quatro meses (mesmo que já fosse o segundo), para ir ao estádio. “Estava mesmo a achar que aquele ia ser um momento especial para o Sporting”, conta. Era a final da Liga Europa, entre Sporting e CSKA de Moscovo, no Estádio de Alvalade, em 2005.

Marido, sogro e filhos têm lugar anual no Estádio e, por isso, a jornalista e autora do blog “Cocó na Fralda” acaba por também ir, por vezes, a Alvalade, ainda que confesse que na maior parte dos jogos está “meio adormecida”. “Normalmente não estou a ver nada e, quando é golo, sou a última a perceber”, mas naquele dia foi diferente. Lembra o esforço de tentar cantar mais alto do que os russos, que “eram ferozes e estavam mesmo ali ao lado”, e o golo do Sporting, por Rogério, na baliza mesmo à sua frente. “Foi incrível”.

O problema viria na segunda parte em que o CSKA marcaria três golos, por Aleksey Berezutskiy, Yuri Zhirkov e Vágner Love, e os adeptos russos acabariam mesmo por cantar mais alto no final. Já com mais de dez anos de distância para esse jogo, Sónia conclui: “Ficámos entusiasmados, mas não deu. Isto de ser sportinguista tem este drama.”

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa