Visto da Bancada
Pedro Vaz (nº 176)
2017-12-08 12:30:00
Depois de muitos anos Pedro Vaz pisou o relvado da Luz pela primeira vez, apenas para se despedir

Hoje partilhamos consigo um momento nostálgico. Imagine-se a frequentar o mesmo lugar anos a fio. A criar laços de amizade com outros que frequentam o mesmo lugar e aguardar ansiosamente para que chegue rapidamente o momento de regressar a esse lugar. Era assim com Pedro Vaz. O dia de jogo era sagrado para o cantor que ladeado pelo pai e pelo irmão não falhava um jogo no antigo Estádio da Luz. Até um dia. O dia em que se despediu do lugar de tantos anos e de tantas amizades. O dia em que pisou o relvado pela primeira vez e sentiu a imensidão de um estádio imponente.

“Ir ao futebol é muito mais do que ver apenas um jogo. Nós costumamos ser um grupo de seis ou sete pessoas com lugares perto uns dos outros. Eu vou sempre com o meu pai e com o meu irmão. Portanto é muito mais do que apenas futebol”, revelou o cantor e compositor que recordou com o Bancada o dia em que se despediu do antigo Estádio da Luz num jogo frente ao Santa Clara em março de 2003. “O momento era de despedida e nesse dia havia uma festa preparada. No fim do jogo abriram as portas para o relvado e deixaram as pessoas entrar para dentro do campo”, lembrou.

“Pisei aquele relvado pela primeira vez. É curioso. Anos a fio a vir a este lugar, mas ao mesmo tempo sempre pareceu tão distante. E agora estava aqui. No relvado. Olhei para as bancadas e só ali me apercebi da grandeza daquele estádio”, disse Pedro Vaz com um certo tom de encantamento, enquanto revia no pensamento aqueles momentos em que as pessoas se agarravam a pequenos pedaços de memória.

“Recordo-me que as pessoas queriam trazer coisas para recordação. Estavam todos a entrar para dentro do relvado. Eu decidi trazer um bocado da relva”, recordou o cantor nostalgicamente.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa