Visto da Bancada
Octávio Machado (nº 78)
2017-08-18 12:30:00
Antigo jogador, treinador e dirigente escolheu uma goleada imposta pelo Vitória de Setúbal ao FC Porto

Confrontado pelo Bancada, Octávio Machado escolheu o jogo mais marcante que viu ao vivo ao longo da vida enquanto adepto. Foi percetível a dificuldade que o antigo internacional português teve em escolher uma partida, mas o encontro vencedor aconteceu durante a temporada 1969/70. Nessa altura, o antigo dirigente leonino era uma jovem promessa no Vitória de Setúbal e os sadinos receberam o FC Porto no Bonfim. O resultado foi marcante: 5-0 a favor do Vitória.

"Eu estava-me a iniciar, estava na bancada, e olhei para aquilo e pensei: 'tens que jogar muito para entrar naquela equipa'. José Maria, [Joaquim] Conceição, Wágner... eu olhei para aquela gente toda e disse para mim que teria de trabalhar muito e ser muito bom. Felizmente, assim aconteceu. Foi maravilhoso", começou por referir Octávio Machado, de 68 anos.

Os golos do Vitória foram apontados por Jacinto João (9' e 83'), Wágner (28'), Ernesto de Figueiredo (55') e pelo portista Valdemar, num autogolo aos 88'. A equipa setubalense, orientada por José Maria Pedroto, terminou esse campeonato no terceiro lugar, a dez pontos do primeiro classificado Sporting e a dois do Benfica. 

"Essa equipa não foi campeã porque havia o domínio... [risos] Nesses anos o campeão só podia ser um, e o Vitória de Setúbal não podia ser campeão. O Vitória era melhor que todos os outros. Em termos futebolísticos, de futebol jogado, de espetáculo, era melhor que os outros. Estou-me a referir ao princípio dos anos 70", disse Octávio.

Outra das coisas que ficou na memória do antigo médio foi a atmosfera que se vivia no Bonfim. Não só nesse jogo, mas de uma forma regular. Octávio Machado não quis, ainda assim, explicar o motivo do cenário já não ser o mesmo.

"Ainda estava o Vitória a viver um dos melhores períodos da sua história. Não tem qualquer comparação, nem o ambiente exterior, nem o número de pessoas no estádio e o ambiente que as pessoas criavam. Era tudo diferente. A cidade de Setúbal gosta de futebol, mas infelizmente está a sofrer as consequências de... E não digo mais nada", concluiu ao Bancada.

Ligado ao desporto-rei desde sempre, Octávio Machado é uma das figuras com mais experiência no panorama futebolístico nacional. Antigo jogador internacional português, tem também no currículo passagens pelas equipas técnicas de clubes como o FC Porto e Sporting, tendo sido ainda diretor do futebol leonino até junho passado.

Sê o primeiro a comentar: