Visto da Bancada
Miguel Domingues (Nº 259)
2018-03-24 12:30:00
Um craque brasileiro, um belo convite, um campeonato único e desportivismo total.

Miguel Domingues é apresentador de televisão – passou pela SIC e está, atualmente, na BTV – e foi nessa condição que conheceu David Luiz, ex-jogador do Benfica. Nesta edição do “Visto da Bancada”, a presença do central brasileiro não é irrelevante.

Miguel conta, ao Bancada, que foi a Inglaterra ver um jogo de futebol, a convite de David Luiz. “Fiquei amigo dele depois de lhe fazer uma ou duas entrevistas”, começa por contar, antes de recordar: “Este jogo marcou-me, porque foi o primeiro jogo que vi em Inglaterra, o país do meu campeonato preferido, quer pela qualidade do jogo, quer pelos valores”.

O jogo foi um Chelsea-Manchester United. Na equipa londrina, para além da David Luiz, havia, no banco, André Villas-Boas. Mais do que a estreia em estádios britânicos ou a companhia de uma estrela internacional, o que mais marcou Miguel Domingues foi mesmo a postura e mentalidade diferentes nos estádios ingleses. “O Chelsea esteve a ganhar 3-0, mas o facto é que o United conseguiu empatar o jogo, com dois penáltis. Um muito duvidoso e o outro quase de certeza que não era falta. Mas o facto é que ninguém estava a falar do árbitro”, elogia, antes de falar da falta de antijogo: “Uma coisa que me impressionou muitíssimo, num jogo mega intenso, com todos os motivos para haver perdas de tempo e falta de fairplay, foi o facto de nenhuma das equipas médicas ter entrado uma única vez em campo”.

Por fim, o apresentador de televisão lembra-se ainda da forma como é dado o apoio às equipas. Sem claques. Com ações autónomas. “Também gostei do facto não existirem claques organizadas como cá e, do nada, uma pessoa levanta-se a cantar um cântico deles e os outros acompanham”.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa