Visto da Bancada
João Tomás (nº 76)
2017-08-15 12:30:00
Diretor desportivo do FC Famalicão recorda um SC Braga, 4 - Sporting, 3 de 2015 para a Taça de Portugal

Um SC Braga-Sporting com sete golos e alternância no marcador num jogo a eliminar (oitavos-de-final da Taça de Portual) são tudo condimentos que nenhum espetador rejeita. Muito pelo contrário. A 16 de dezembro de 2015, pelas 20h00, na bancada do estádio AXA, João Tomás, atual diretor desportivo do FC Famalicão, estava longe de imaginar no espetáculo a que iria assistir. “Foi dos jogos mais bem disputados, e emocionantes, dos últimos anos. Era, e sou, amigo do Paulo Fonseca [então treinador do SC Braga] e fui para a bancada ver o jogo com outro meu amigo, e sócio do SC Braga”, começa por contar ao Bancada João Tomás, que na altura era o treinador dos avançados dos diversos escalões do clube bracarense.

“Foi um jogo diferente em tudo. E eu que até costumo ser uma pessoa muito pacífica a assistir aos jogos, dessa vez deixei-me ir na onda e entusiasmei-me de tal maneira que nem parecia eu. Acabei por disfrutar com aquela emoção toda do resultado estar sempre a mudar”.

E assim foi. Com direito a prolongamento e tudo. O Sporting adiantou-se no marcador aos 10 minutos, por Bryan Ruiz, mas o SC Braga virou para 2-1 com golos de Wilson Eduardo (42’) e Alan (54’). Já por esta altura João Tomás vibrava com o jogo “muito bem disputado de parte a parte”, mas a emoção iria crescer. Slimani, aos 57 minutos, e William Carvalho, aos 67’, colocaram o Sporting, de novo, na dianteira (3-2). “As duas equipas só tinham olhos para a baliza”. Mas o SC Braga empatou aos 83 minutos e levou a decisão da eliminatória para o prolongamento. “Um jogão”. E aos 111 minutos, Rui Fonte deu a vitória aos Guerreiros do Minho. “Uma vitória emocionante que acabou por contribuir para a caminhada do SC Braga até à final onde levantou a Taça [o SC Braga venceu o FC Porto por 4-2 nos penáltis, após 2-2 no tempo regulamentar]. Nunca me tinha emocionado tanto. Assim parecido só quando Portugal foi campeão da Europa. Mas aí vi pela televisão. Ali no estádio foi diferente", garante o ex-ponta de lança que representou clubes como a Académica, Benfica, Vitória de Guimarães, SC Braga, Boavista e Rio Ave entre outros.

 

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa