Visto da Bancada
Francisco Vital (nº 119)
2017-10-07 11:00:00
Francisco Vital não esquece os quatro golos de Eusébio no mítico Portugal-Coreia do Mundial de 1966 em Inglaterra

Os quatros golos marcados por Eusébio no célebre Portugal-Coreia do Mundial de 1966 disputado em Inglaterra ficaram para sempre na memória de Francisco Vital, antigo jogador de Benfica, FC Porto e Boavista, entre outros, que na época 1997/98 foi treinador do Sporting na sequência da saída de Otávio Machadol do qual era técnico adjunto em ano de Liga dos Campeões.

No mítico jogo frente à Coreia, a Seleção Nacional esteve a perder por três golos sem resposta, mas uma exibição fenomenal de Eusébio deu a volta ao encontro. Por completo. O antigo astro do Benfica ainda reduziu para 3-2 à beirinha do intervalo e no segundo tempo lançou Portugal para o triunfo com mais dois golos aos 56 e 59 minutos. José Augusto confirmou o triunfo ao marcar a dez minutos do final de um desafiuo eletrizante.

“Era ainda um jovem e tinha uma enorme admiração pela Seleção Nacional e pelos “Magriços”, uma equipa extraordinária, que dava gosto ver jogar”, lembra Francisco Vital, sustentando: “O jogo com a Coreia resultou numa viragem espetacular, numa enorme exibição que nunca mais esqueci. Já tive oportunidade de ver o jogo várias vezes em vídeo e é sempre uma emoção ver o feito daquela seleção."

“Portugal tinha uma excelente equipa, cheia de grandes jogadores”, reforça Vital, citando, além de Eusébio, nomes como Jaime Graça, José Augusto, Torres, Simões, Morais, Vicente, o guarda-redes José Pereira e Coluna. “Tive o prazer de conviver com Mário Coluna, pois foi o meu primeiro treinador nas camadas jovens do Benfica", recorda, com satisfação Francisco Vital.