Revista de Imprensa
Promessas, desejos e um Dragão como há muito não se via
2018-12-26 08:30:00
As promessas e desejos de Gedson, Coates e Nani, o Dragão e o mercado de transferências são os destaques do dia.

É Natal, é Nataaaaal... bom, quer dizer, já não é bem e no rescaldo do Natal sabe-se agora quais foram os pedidos que foram feitos ao Pai Natal. O de Gedson Fernandes é simples: “O meu único desejo é celebrar no Marquês”, conta o médio do Benfica à Bola que hoje apresenta uma entrevista ao jogador. “É um sonho ganhar todas as provas domésticas e a Liga Europa no meu primeiro ano”, afirmou ainda o jovem que confessa sempre ter tido o desejo de jogar na equipa principal do Benfica desde que chegou ao clube, deixando ainda elogios a Rui Vitória: “Nos momentos baixos Rui Vitória nunca nos largou. Ajudou-nos e nós iremos ajudá-lo”.

Na Bola também há entrevista a Rúben Dias, com o jovem central do Benfica a apontar baterias para Luís Filipe Vieira, recordando as palavras do presidente do clube após a goleada em Munique: “Munique uniu-nos ainda mais”, assegura, afirmando ainda que nunca saiu do Benfica e é no Benfica que irá continuar. No Benfica é hoje destaque, também, o interesse do clube da Luz em Isailovic, avançado sérvio de 16 anos, desviado do Manchester City pelo Benfica segundo reporta o jornal O Jogo, mas também o Record.

Record que publica hoje uma entrevista exclusiva com Nani. O extremo português abriu o coração e assegurou que “nunca se sentiu tão bem numa equipa”. “Não é a primeira vez que deixo dinheiro para trás. Jovane evoluiu muito. Antijogo em Portugal é uma vergonha”, destaca a publicação da entrevista de Nani, com o Record a afirmar que lhe conta ainda tudo sobre Miguel Luís, o novo menino bonito da Academia. Já no jornal O Jogo há entrevista a Coates com o uruguaio a refutar algum tipo de debilidades, prometendo um Sporting protagonista: “Somos muito bons. Vamos para cima de qualquer equipa. Fiquei porque o clube merecia outra oportunidade”, pode ler-se na publicação.

Já na Bola, os destaques verdes e brancos são vários. Segundo a publicação, Dyego Sousa é um alvo para o reforço do ataque leonino. “Negócio é difícil mas SAD tenta saber condições para garantir o avançado do SC Braga”, assegura a publicação que destaca a confirmação da transferência de Luiz Phellype, assegurando ainda assim que o Sporting pretende continuar a encontrar alternativas a Bas Dost. Já Léo Jardim, guarda redes do Rio Ave, é o alvo do Sporting para o reforço da baliza segundo A Bola, enquanto Marcelo, defesa central ex Rio Ave, está a caminho dos Chicago Fire da MLS e poderá render um milhão de Euros.

Já para o FC Porto, poderá chegar Carlos Vinícius, segundo A Bola. “Carlos Vinícius impressionou Sérgio Conceição. Exibição pelo Rio Ave foi excelente cartão de visita. Atacante é desejo do Dragão já para janeiro”, pode ler-se. E se uns poderão chegar, outros poderão estar de saída, como no caso de Éder Militão segundo o Record. “Militão é o jackpot de Verão e pode tornar-se a venda mais cara”, pode ler-se na publicação, enquanto o jornal O Jogo destaca o volume de assistências recentes no Dragão. “O ano de 2018 é recordista de bilheteira e quase bateu registo de vitórias”.

Destaques ainda para SC Braga e Vitória SC. “Abel cumpre todos os objetivos, mais pontos, mais golos e mais provas em disputa”, destaca o Jogo. Já em Guimarães, “há uma geração de doutores”. “Vitória aposta nos exercícios para o cérebro”, destaca a publicação a propósito do conjunto de Luís Castro.

Por cá, ontem trouxe-lhe a história do clube sueco que tornou possível comprar parte do DNA de uma das suas lendas e quem sabe um dia não poderá mesmo vir a clonar Messi ou Ronaldo.

O Diogo Cardoso Oliveira trouxe-lhe a história do indiano de 16 anos que afinal não tinha 16 anos e isso acabou por ser um grande problema.

O mesmo Diogo Cardoso Oliveira contou-lhe ainda das intenções de um dirigente inglês que pretende instituir um “draft” à americana e à la NBA no futebol do seu país.

Já eu destaquei lhe o trabalho de Marcelo Bielsa e de Daniel Farke ao comando de Leeds United e Norwich City, líderes de uma revolução que se faz de ideias e não de dinheiro gasto.

Ontem que foi dia de lhes darmos a conhecer os onze melhores goleadores das competições nacionais esta temporada.

O futebol português não ficou por aí, já que o Diogo Cardoso Oliveira também lhe contou a história acerca do porquê do Vilaverdense ter decidido suspender os pais dos seus jogadores.

Por fim, também destaquei o trabalho de Luís Castro em Guimarães, fazendo do atual Vitória um Vitória como há muito não se via.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa