Revista de Imprensa
O pontapé que transformou assobios em aplausos e a revolução do leão na Europa
2018-12-13 09:15:00
Os principais temas que marcam a atualidade futebolística na manhã desta quinta-feira.

É de Liga dos Campeões e Liga Europa que se faz a atualidade desportiva nacional. O Benfica foi o último clube português a entrar em campo, na noite passada, com uma vitória por 1-0 na receção ao AEK, jogo de adeus dos encarnados à Champions. No Bancada, o jornalista Fernando Gamito viu uma “obra de arte entre o desperdício e a falta de ideias” demonstradas pelas águias. “Obra do adeus”, escreveu o jornal A Bola em manchete, em referência ao encontro e ao golo do lateral espanhol. “Valeu”, pode ler-se no Record, enquanto O Jogo destacou o “rendimento mínimo garantido” do emblema da Luz.

Na reação à partida, Rui Vitória frisou que o objetivo principal era “ser cabeça de série no sorteio da Liga Europa”, situação que o Benfica conseguiu (fique a saber já alguns dos possíveis adversários de águias e Sporting na competição). Já agora, entre outros jogos da noite de ontem, destaque para os desaires de Cristiano Ronaldo e José Mourinho, mesmo com as respetivas equipas a terem lugar garantido nos oitavos de final da Liga dos Campeões. Um pouco antes, tinha acontecido um ‘desastre’ no Santiago Bernabéu.

Esta quinta-feira, é dia do Sporting entrar em campo para a última jornada da Liga Europa. Com presença assegurada na fase seguinte da prova, os leões recebem o Vorskla Poltava, a partir das 20h, numa partida que promete muitas mudanças no onze. Prova disso mesmo é a revolução levada a cabo por Marcel Keizer na convocatória para o encontro. Por falar no treinador holandês, o próprio abordou a lesão de Wendel e deu conta de que se trata de “uma oportunidade” para os restantes jogadores se mostrarem. Miguel Luís, jovem que tem estado integrado no plantel principal, referiu que a equipa está “satisfeita com as ideias do técnico”.

Relativamente ao FC Porto, a presença nos oitavos da Champions faz com que os dragões já tenham acumulado um total de 67,95 milhões de euros na prova europeia. Por falar na competição, a turma de Sérgio Conceição pode vir a ter pela frente ‘tubarões’ na fase seguinte. O Record dá conta de que o treinador dos azuis e brancos está à beira de um recorde histórico no clube. Com 12 triunfos consecutivos, Conceição está a um de igualar Oliveira e apenas André Villas-Boas tem um registo superior, com 14 vitórias em jogos seguidos.

No Bancada, pode ficar ainda a conhecer algumas histórias de interesse neste fenómeno conhecido como desporto rei. Dos Estados Unidos, chega uma das transferências mais sonantes da MLS. O guarda-redes Zack Steffen, do Columbus Crew, prepara-se para rumar ao Manchester City de Pep Guardiola. Ainda em solo norte-americano, Tata Martino conseguiu conduzir o Atlanta United à conquista do título, dois anos após pegar na equipa. Já agora, tem ideia de quais são as onze equipas que mais golos sofrem na Primeira Liga?

Sê o primeiro a comentar: