Revista de Imprensa
Belas ideias que para aí vão...
2018-12-27 09:30:00
No Benfica, há Castillo a sair. Aqui, a história é outra.

Se as manchetes desta quinta-feira estiverem dentro da realidade, então FC Porto, Sporting e Benfica estão a pensar bem no mercado de inverno. Comecemos pelo Sporting. "Leão mostra prendas", titula "A Bola", e "Operação Adrien", escreve o "Record". Se a "prenda" Luiz Phellype é mais discutível - forte fisicamente, mas é legítimo que se duvide da capacidade goleadora para jogar num grande -, as "prendas" Francisco Geraldes - um senhor craque que pode fazer a diferença no futebol de Keizer - e Adrien - uma referência que parece ser um negócio perfeitamente possível - fazem todo o sentido. Voltando a Luiz Phellype, já o conhece?

No Benfica, há Castillo a sair. Aqui, a história é outra. O Benfica está a agir bem, não por Castillo ser descartável, mas pelo contrário: é um jogador demasiado bom para estar encostado. Se Rui Vitória não é capaz de dar minutos e tirar rendimento do chileno, então que seja cedido. O pormenor mais estranho é o que fazer com Ferreyra.

Mais acima, ao Porto, deverá chegar Fernando Andrade. Os dragões já nos habituaram a fazer este tipo de tentativas de baixo custo, na Liga Portuguesa, e este, pelo que já mostrou, parece mesmo ser um jogador com capacidade para fazer a diferença. Algo parecido com Soares, mas com mais técnica e com mais valências a jogar pelo corredor.

Por cá, no Bancada, falou-se de bola. O João Pedro Cordeiro desfez dois mitos: o do "chutão" em Inglaterra e o do 4x2x3x1. Ainda lhe falámos do possível final do Athletic Bilbao reservado a bascos e do resurgimento do craque solidário. Veja ainda a nossa lista de hoje, com as onze melhores duplas da Liga Portuguesa.

Lá fora, houve bola. O Boxing Day trouxe futebol em Inglaterra, como é habitual, mas Itália seguiu os mesmos passos. Ronaldo deu o empate à Juve, por lá, enquanto o Inter venceu o Nápoles nos descontos e a Roma, adversária do FC Porto na Champions, venceu com um golaço de Zaniolo. Em Inglaterra, Ricardo Pereira tramou Bernardo Silva e Guardiola, enquanto o Chelsea foi a reboque do bis de Hazard.

A terminar, umas notas soltas. Primeiro, com os castigos impostos a David Simão, por linguagem injuriosa, e ao Benfica, por imagens não autorizadas. Por fim, para lhe contar a má estreia de José Gomes em Inglaterra

Se ainda tiver tempo, dê um olhinho na história do ADN.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa