Prolongamento
Tribunal anula castigo do CD da FPF a vice do Benfica
2019-04-11 16:15:00
José Eduardo Moniz tinha sido penalizado por críticas às arbitragens

José Eduardo Moniz, vice-presidente do Benfica, viu o Tribunal Central Administrativo do Sul retirar-lhe um castigo que havia sido aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) na sequência de críticas do dirigente às arbitragens.

As declarações tinham sido prestadas à 'Renascença' após o embate do FC Porto contra o Estoril, que teve a primeira parte jogada numa dada e a segunda parte várias semanas depois. 

Entre os reparos, Moniz tinha, na altura, deixado o alerta para as "escolhas lamentáveis e pouco cuidadosas de árbitros e videoárbitros" e "relatórios que colocam em causa a veracidade dos mesmos" e isto tudo perante "uma grande inércia das estruturas de decisão do futebol".

"Nem no tempo do Apito Dourado existe memória de uma semana tão negativa e com decisões tão escandalosas", referiu ainda, na altura, nas declarações que lhe valeram uma suspensão de cinco dias e uma multa de 2870 euros.

O Tribunal Arbitral do Desporto confirmou o castigo que agora, segundo o 'Record', é anulado pelo Tribunal Central Administrativo do Sul.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa