Prolongamento
"Gosto de desporto, mas o futebol não é desporto, é indústria", afirma Ana Gomes
2020-05-28 19:40:00
Ativista revela que entrou num estádio para... um debate político

Ana Gomes, ativista contra a corrupção que tem sido notícia por várias intervenções sobre alegados crimes económicos no futebol, não considera esta atividade como "um desporto".

Em declarações à TSF, a antiga eurodeputada revelou que só se lembra de entrar num estádio, em Kiev (Ucrânia), para participar num debate político.

"Eu gosto de desporto, mas hoje o futebol é um desporto de sofá ou de bancada para a maior parte dos adeptos. Para mim, não é atividade [desportiva], é uma indústria", sustentou.

"Desporto são outras atividades, como natação", uma das modalidades que a própria Ana Gomes praticou.

"As costas largas que tenho dão muito jeito à política", brincou.

A diplomata revelou também que os netos dividem "entre o Benfica e o Sporting", embora um seja "da Académica".

"Aqui em casa ninguém me ouviu a dizer uma palavra sobre futebol. O único dever patriótico é apoiar a seleção", concluiu.

Entre as posições mais mediáticas de Ana Gomes a envolver o futebol encontram-se a defesa pública de Rui Pinto e as críticas à nomeação de um juiz adepto do Benfica para o julgamento do hacker, as polémicas com Luís Filipe Vieira e até a defesa da ilegalização das claques.

Tags: