Prolongamento
“Não devo pronunciar sobre este teor”. Marcelo sobre carta enviada por Proença
2020-05-21 17:50:00
Presidente da República indica que se trata de "uma matéria sensível"

Em declarações aos jornalistas, o Presidente da República foi questionado sobre uma carta enviada por Pedro Proença ao Presidente, Governo e para o gabinete do ministro da Economia.

Na missiva, o líder do organismo que tutela o futebol profissional lançou a proposta de que alguns jogos do campeonato pudessem passar em sinal aberto no contexto da pandemia.

Admitindo que leu a carta através “da comunicação social”, Marcelo Rebelo de Sousa não se quis alongar muito sobre o assunto.

“Não me vou pronunciar sobre matéria que não é competência do Presidente da República. É uma matéria sensível, que envolve realidades contratuais entre várias instituições e não devo pronunciar-me sobre este teor especifico”, afirmou o Presidente da República.

Ao mesmo tempo, o chefe de Estado considera que não pode dar opinião sobre esta matéria, já que não fala enquanto cidadão, mas sim como Presidente.

“O Presidente, nessas questões, não fala como cidadão, mas como Presidente. A opinião era uma forma de intrometer-me em matérias que não me devo intrometer”, salientou.

Segundo o jornal A Bola, esta carta não caiu bem entre alguns operadores de transmissão, sendo que alguns deles são parceiros da Liga.

Sónia Carneiro, diretora executiva do organismo, afastou o cenário de alguns jogos da I Liga serem transmitidos em sinal aberto.