Prolongamento
"É o sul contra o norte, o glamour cosmopolita contra o trabalho honesto"
2019-05-28 19:15:00
Francisco J. Gomes comentou rivalidade com Benfica para artigo da New Yorker

O diretor de comunicação do FC Porto foi uma das fontes da revista New Yorker no trabalho, ontem publicado, sobre os casos de corrupção no futebol, que dá especial destaque à detenção de Rui Pinto.

Francisco J. Marques explicou a Sam Knight, o correspondente da revista em Londres, como foi processada a divulgação dos emails do Benfica, o que levou o dirigente portista a tecer várias considerações sobre as "muitas facetas" da rivalidade entre dragões e águias.

"É o sul contra o norte; a capital contra o resto; glamour cosmopolita contra trabalho honesto. Entre eles, os clubes ganharam a liga portuguesa 65 vezes. Num país de 10 milhões, o Benfica diz ter seis milhões de adeptos, uma afirmação que dá a impressão de que é a instituição mais poderosa do país", refere o artigo da New Yorker.

Baseado nas declarações de Francisco J. Marques, o trabalho salienta que os adeptos de outros clubes se referem à "suposta influência sombria" exercida pelo Benfica no futebol e noutros setores da sociedade como "polvo" e "benfiquistão".

Desde então, o diretor portista tem sido alvo de ameaças de morte, com Sam Knight a confirmar ter lido várias no email de Francisco J. Marques.

O jornalista da New Yorker consultou ainda uma fonte do Benfica, que comparou a divulgação dos emails a um ataque terrorista: "Não sabemos quando vai chegar o próximo, de onde vem, ou que tipo de míssil é".

Sê o primeiro a comentar: