Prolongamento
Diego Costa pode enfrentar pena de seis meses de prisão por fraude fiscal
2020-05-29 18:35:00
Segundo o fisco espanhol, o avançado cometeu uma eventual fraude contra o Ministério da Finanças

O futebolista internacional espanhol Diego Costa, avançado do Atlético de Madrid, pode enfrentar uma sentença de seis meses de prisão por fraude fiscal referente ao ano 2014, mas existe a possibilidade de ser substituída por uma multa.

Segundo o fisco espanhol, o ponta de lança, de 31 anos, colega de equipa do internacional português João Félix nos 'colchoneros', cometeu uma eventual fraude contra o Ministério da Finanças espanhol, relativo ao pagamento do imposto sobre o rendimento de pessoas singulares, avaliada em mais de um milhão de euros.

Diego Costa será ouvido numa audiência no Tribunal da capital espanhola, na quinta-feira, e, caso seja considerado culpado, pode evitar a pena de prisão, com o pagamento de uma multa.

Este não é caso único em Espanha nos últimos anos, uma vez que o argentino Lionel Messi, do FC Barcelona, e os portugueses Cristiano Ronaldo e José Mourinho, quando ambos representavam o Real Madrid, passaram por situações idênticas, tendo resolvido os seus casos com multas pesadas.