Prolongamento
Antigos membros da federação alemã de futebol acusados de fraude
2019-08-06 15:35:00
Pagamento da FIFA ao comité organizador, em maio de 2005, foi falsamente declarado, diz justiça

A justiça suíça acusou hoje antigos membros da Federação Alemã de Futebol (DBF) e um ex-funcionário de FIFA de uma fraude de 6,7 milhões de euros (ME), antes do Mundial de 2006, disputado na Alemanha.

Theo Zwanziger, antigo presidente da DBF, e o seu secretário-geral Horst R. Schmidt, e Urs Linsi são os três acusados de fraude, enquanto Wolfgang Niersbach, que também liderou a federação germânica, é acusado de cumplicidade.

Segundo o Ministério Público suíço, os processos contra Franz Beckenbauer, antigo futebolista e treinador e presidente do comité organizador do Mundial2006, serão conduzidos autonomamente, por este estar “impossibilitado, por razões de saúde, de participar em interrogatórios no tribunal penal federal”.

Segundo a acusação, o pagamento da FIFA ao comité organizador, em maio de 2005, foi falsamente declarado como sendo relativo a custos com a abertura do Mundial2006.

A justiça suíça entende que o dinheiro foi usado para pagar um empréstimo pessoal de 6,7 ME que Beckenbauer aceitou, em 2002, de Robert Louis-Dreyfus, à data presidente da Adidas.

Tags: