Portugal
“Vitória é fácil de analisar, mas difícil de anular”, diz Pepa
2019-02-08 14:10:00
O Tondela, 12.º classificado, com 20 pontos, e o Vitória de Guimarães, sexto, com 32, defrontam-se no sábado

O treinador do Tondela, Pepa, disse hoje que prevê “um bom jogo, com golos e emotivo”, e que quer “muito os três pontos” frente ao Vitória de Guimarães, “uma equipa fácil de analisar e identificar, mas difícil de anular”.

 “Prevejo um bom jogo, com golos, emotivo e queremos muito os três pontos”, assumiu Pepa explicando que, para isso o Tondela tem de estar “a roçar o muito bom, a perfeição”, pois “só assim se pode conseguir a vitória”.

Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo frente ao Vitória de Guimarães, agendado para as 20:30 de sábado, em Tondela, o técnico ‘auriverde’ disse que o adversário “é uma equipa muito bem orientada, com um plantel incrível, muito bem construído desde o início da época”.

 “O Vitória de Guimarães é uma equipa fácil de analisar e identificar, mas difícil de anular, porque tem ideias e um padrão muito bem definido, desde o início da época e, na minha opinião, penso até que melhoraram”, elogiou.

O treinador também não poupou elogios à sua equipa e admitiu que tem “gostado das últimas exibições, mesmo o último em casa”, frente ao Desportivo das Aves, e mesmo estando há quatro jornadas sem conquistar uma vitória.

 “O último jogo então foi de uma qualidade incrível, sabemos que as dimensões do campo são diferentes e cada jogo tem a sua história, mas queremos dar continuidade a essa equipa, à nossa imagem”, salientou Pepa, referindo-se ao desafio em Vila do Conde, frente ao Rio Ave, no qual empatou 2-2.

Pepa caracterizou a equipa ‘auriverde’ como sendo “agressiva, organizada e muito objetiva na procura do golo, e estando bem e a roçar a perfeição, e fazendo as coisas com critério e bem feitas, é difícil de anularem” o Tondela.

 “Mas acho de uma tremenda injustiça, por acaso não tem sido muito falado, mas nós não somos uma equipa de arruaceiros, porque o Tondela é a equipa com mais vermelhos, mas, está bem, mas vejam os vermelhos e os amarelos que temos tido, há uma ou outra expulsão que compreendo, mas não façam de nós o que não é”, desafiou.

Sem querer entrar em considerações sobre a arbitragem, Pepa disse que continua a “acreditar que são erros, como todos têm, porque no dia em que deixar de acreditar que são erros” o treinador garante que “abandona o Tondela e Portugal”.

A equipa beirã, no seu entender, “é à imagem do treinador” e, por isso, “é agressiva, humilde, trabalhadora e resiliente”, mas, ainda assim, pediu, “não se confunda agressividade com maldade”.

O Tondela, 12.º classificado, com 20 pontos, e o Vitória de Guimarães, sexto, com 32, defrontam-se no sábado, no Estádio João Cardoso, em Tondela, a partir das 20:30, em jogo da 21ª jornada da I Liga de futebol.

Sê o primeiro a comentar: