Portugal
Vitória de Guimarães bate Santa Clara com golo nos descontos
2020-01-18 17:40:00
Açoriano João Pedro entrou na segunda parte e vestiu a capa de herói... no Minho

Um golo do açoriano João Pedro, aos 90+1, permitiu hoje ao Vitória de Guimarães derrotar o Santa Clara por 1-0, num jogo de pouca qualidade da 17.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Os vimaranenses foram a equipa que mais procurou o golo, mas estiveram quase sempre ‘desinspirados', tendo apenas conseguido a ‘chave' dos três pontos nos instantes finais, por intermédio de dois jogadores que entraram aos 73 minutos: Davidson cruzou da esquerda e o avançado, natural de Ponta Delgada e que passou pela formação do Santa Clara, cabeceou colocado, fora do alcance de Marco.

O golo do jovem de 23 anos, que marcara na goleada sobre os letões do Ventspils (6-0), em agosto, para a Liga Europa, e já somou 10 golos pela equipa B vitoriana, no Campeonato de Portugal, acabou por espelhar as incidências do jogo, apesar de a turma da ilha de São Miguel quase ter chegado ao triunfo, num desvio de Carlos Júnior que ‘esbarrou' na trave, aos 89 minutos.

Com o médio André André e o extremo Rochinha a entrarem no ‘onze', os minhotos surgiram em campo dinâmicos e acercaram-se da área insular na fase inicial do encontro, tendo ficado perto do golo quando Marcus Edwards viu o seu remate bem direcionado ser intercetado por Mamadu Candé, ao minuto sete.

Mas o conjunto açoriano, que apresentou quatro novidades na equipa face à derrota com o Rio Ave (1-0), na jornada anterior - Patrick, Anderson Carvalho, Costinha e Guilherme Schettine - adaptou-se ao futebol vimaranense e anulou a construção adversária ao longo de quase toda a primeira parte, apesar de raramente ter chegado à baliza de Douglas.

Diante da pressão contrária, o meio-campo vitoriano revelou-se lento a decidir e a circular a bola, razão pela qual as ocasiões junto à baliza açoriana escassearam: o guardião Marco apenas teve de fazer uma intervenção atenta em resposta a livre de Pepê, aos 45+2 minutos.

A equipa de Ivo Vieira subiu de intensidade após o reatamento do desafio, mantendo o Santa Clara mais próximo da sua área por mais tempo e criando a primeira ocasião de golo aos 53 minutos, num cabeceamento de Lucas Evangelista travado por Marco.

Com uma manobra ofensiva mais fluida, o Vitória esteve novamente perto do golo a partir, mas foi ‘assombrado' pela ineficácia: isolado, Léo Bonatini rematou contra o guarda-redes dos insulares, aos 57 minutos, e depois Rochinha cabeceou a centímetros do poste esquerdo, aos 64.

Com o avançar do cronómetro, o jogo teve cada vez mais interrupções e, após uma delas, para assistir o guarda-redes açoriano Marco, o Santa Clara esteve perto do golo, mas Thiago Santana rematou ao lado (81 minutos).

Depois da ocasião falhada por Carlos Júnior, João Pedro foi mais eficaz e permitiu ao Vitória de Guimarães consolidar o sexto lugar, com 25 pontos. Já o Santa Clara, com um único triunfo nas últimas 10 jornadas, ocupa o 14.º posto, com 17 pontos.