Portugal
"Vai ser um jogo duro e difícil", antevê Lito Vidigal
2019-05-04 17:15:00
Boavista visita o Bonfim na segunda-feira

O treinador do Boavista anteviu hoje um encontro “duro e difícil”, com o Vitória de Setúbal, na segunda-feira, para a 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, vincando que o objetivo é vencer ou pelo menos pontuar.

“A nossa intenção é sempre vencer e, se não conseguirmos, depois pontuar. Vamos jogar com uma equipa que está nas mesmas circunstâncias que nós e vai ser um jogo duro e difícil”, prognosticou Lito Vidigal, que deixou o Vitória em janeiro, no 13.º posto, com 19 pontos, e substituiu Jorge Simão no Boavista quando esta equipa ocupava o 15.º lugar e tinha 16 pontos.

O treinador ‘axadrezado’, que raramente partilha a sua opinião técnica sobre os adversários, referiu-se ao atual Vitória como sendo “uma equipa um pouco diferente daquela que orientou” até há pouco mais de três meses, porque joga com “as linhas mais baixas e mais em contra-ataque”.

“É uma equipa que defende muito mais no seu meio-campo, ao contrário do que fazia antes, quando era uma equipa mais ofensiva”, afirmou Lito Vidigal, sublinhando que tira partido dos “jogadores rápidos e perigosos” que tem no ataque.

O treinador diz que “o ADN é o mesmo” e isso faz do Vitória “uma equipa agressiva, intensa, que trabalha muito e que não desiste”, qualidades que o agora técnico ‘axadrezado’ considera que vêm do seu tempo.

O treinador disse que vai a Setúbal “com as mesmas expectativas de sempre, a pensar vencer”.

“Se não conseguirmos vencer, temos de pontuar, é assim que pensamos. Depois temos de trabalhar e esperar que as coisas aconteçam como nós pretendemos”, completou.

Lito Vidigal insistiu que as suas únicas contas passam por “ganhar o próximo jogo” e que tem sido essa mensagem que vai passando aos seus jogadores.

“O que temos de pensar é sermos extremamente competitivos, sérios e responsáveis e ter a atitude necessária para ganhar este jogo”, reforçou.

O Boavista vai a Setúbal sem o médio Obiora, castigado, já com Talocha, que cumpriu castigo na ronda anterior, e com Idris, Fábio Espinho e Perdigão em risco de exclusão por terem quatro cartões amarelos.

O Vitória de Setúbal, 14.º classificado, com 33 pontos, recebe o Boavista, 13.º, com 35, na segunda-feira, às 20:00, num jogo da 32.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Sê o primeiro a comentar: