Portugal
Um Vale bem Formoso à boleia de um senhor nada Xéxé
2018-11-21 22:00:00
Uma autêntica odisseia, com rifas à mistura, que pode ter mais um episódio em Tondela.

O FC Vale Formoso - gémeo do Boavista no símbolo e no equipamento - é uma equipa dos distritais que ultrapassou duas eliminatórias da Taça de Portugal perdendo os dois jogos (sim, leu bem) e uma terceira com muita polémica à mistura. Agora, na quarta eliminatória, tem a hercúlea missão – e “hercúlea” é eufemismo – de eliminar gente de I Liga. Para isso, conta com um rapaz que tem uma alcunha gira e que, pasme-se, pode subir, com relativa facilidade, ao topo da lista de melhores marcadores da prova. O Bancada foi falar com este jogador, que sabe com que craque do Tondela quer trocar de camisola. Já lá vamos. A isso e a uma bela história com rifas.

Antes, temos de dar o contexto. O CD Tondela-Vale Formoso, marcado para este domingo, é um dos jogos mais interessantes da quarta eliminatória da Taça de Portugal. Primeiro, porque é um dos dois que envolve equipas dos distritais (o outro é o Rio Ave-Silves). Segundo, porque o Vale Formoso tem estado na berlinda. As histórias já foram contadas, por isso vamos tentar atalhar: na primeira eliminatória, apesar de ter perdido com o Pinhalnovense, o Vale Formoso beneficiou do sorteio de repescagem e recebeu um bilhete para a segunda ronda. Nessa segunda ronda, apesar de ter perdido novamente, beneficiou da exclusão da União de Leiria na secretaria. Na terceira ronda, no entanto, foi tudo feito no campo: venceram o Coimbrões, mas nem por isso se livraram de ser novamente falados, desta feita devido à polémica em torno da arbitragem. Falou-se de jogo viciado e resultado combinado.

Uma autêntica odisseia que pode ter mais um episódio em Tondela. E que tremendo episódio será, caso o Vale Formoso elimine os beirões de Pepa. 

Trocar de camisola com Tomané

O Bancada foi falar com Alfredo Garcia – Xéxé, para o futebol –, avançado que, apesar de a alcunha sugerir alguma senilidade, já leva três golos nesta Taça de Portugal. Caso marque um golo ao Tondela, será um jogador dos distritais a subir ao topo da lista de melhores marcadores da prova, igualando, por exemplo, Adrián López, do FC Porto.

Xéxé, cuja alcunha já vem do tempo dos avós paternos, assume que “não esperava este início de época muito bom a nível pessoal”, mas acrescenta que “é um motivo de grande satisfação”.

Mas vamos lá a saber: um jogador dos distritais a poder defrontar malta da I Liga deve ter, certamente, um objetivo para o final do jogo… “Gostaria de trocar de camisola com o Tomané. É um grande jogador e tem dado nas vistas nos últimos jogos”, confidencia, ao Bancada.

Antes das trocas de camisola haverá um jogo cujas probabilidades de vitória caem, claramente, para a equipa da casa. O Vale Formoso vem dos Açores, mais concretamente de São Miguel, lá bem encostadinhos às tradicionais furnas açorianas. O solo vulcânico é um ajudante de cozinha e um garante de turismo. Mas o Vale Formoso não está na Taça para fazer turismo nem vai a Tondela como um simpático hóspede à espera de voltar de saco cheio. “Temos a consciência do poderio do Tondela, mas iremos fazer tudo para passar esta eliminatória. Iremos estudar e treinar de modo a aproveitar os pontos fracos deles”, explica Xéxé, detalhando o plano: “O segredo é entrar em campo com mentalidade vencedora e unidos. O principal motivo para podermos derrotar o Tondela é continuarmos a fazer história pelo Vale Formoso na prova rainha de Portugal”.

Nas Furnas, a semana é diferente. Bom bom seria receber ali o Tondela, mas o sorteio não quis nada com o Vale Formoso. Resta apoiar à distância... mas não todos. “Os próprios habitantes sentem que podemos vencer e tentam incentivar-nos das mais variadas formas. Têm assistido aos nossos treinos e têm dado muita confiança quando nos cruzamos com eles na rua”. “Há adeptos furnenses que vão acompanhar-nos até Tondela, para que no jogo não nos falte apoio”, conclui.

Este é um bom gancho para lhe dizermos que o FC Vale Formoso organizou um sorteio, por meio de rifas, oferendo a um adepto a viagem ao continente, para apoiar a equipa em Tondela. Ah e a propósito: apesar do gasto financeiro considerável, a direção decidiu levar todo o plantel a Tondela.

O Vale Formoso tem tido, nos últimos tempos, alguma dose de sorte. Tem, hoje, a essencial dose de confiança. Falta ter, no domingo, a dose necessária de engenho para fazer aquela que será, certamente, a maior surpresa desta Taça de Portugal. Apoio, pelo visto, não faltará. Amén às rifas.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa