Portugal
Treinador diz que Braga e Portugal estão no topo do mundo do futebol de praia
2019-03-04 16:45:00
treinador da equipa de futebol de praia do SC Braga, Bruno Torres, exulta com triunfo dos minhotos no Mundialito

Em declarações à chegada ao aeroporto Sá Carneiro, um dia após, em Moscovo, ter ganho pela primeira vez o troféu mais importante a nível de clubes, Bruno Torres, que também é jogador e capitão dos ‘guerreiros do Minho’ exclamou: "O Braga, neste momento, está no topo do mundo no futebol de praia. O Braga e Portugal!".

Ostentando a taça e já depois de ter sido recebido pelos cerca de 30 adeptos que se deslocaram ao aeroporto, Bruno Torres elogiou a "aposta muito forte do SC Braga", que criou "todas as condições para alcançar este sucesso".

"[A final] Foi emocionante, como qualquer final. Sabíamos que iria ser muito difícil, porque no plano teórico já nos davam a vitória. Sabíamos que tínhamos de jogar contra isso, porque dentro das quatro linhas é que se definem as competições. Encarámos a competição com um só objetivo, assumindo que íamos lá para vencer", disse o jogador, relembrando o triunfo por 7-6 frente ao Catania, de Itália.

Considerando que "foi histórico, por ter sido o primeiro triunfo de uma equipa portuguesa e também por ter sido o mais equilibrado de todos os tempos", reiterou que o "sabor é mais especial ainda" dadas essas particularidades.

Para Bruno Torres, o segredo do sucesso foi "a união" do grupo e o facto de ter sido "guerreiros” em campo, sublinhando: "Mesmo nos momentos mais difíceis, em que as coisas não saiam, uma coisa ficou bem patente, lutámos, lutámos, lutámos".

O futuro, frisou, passa pela reconquista do "campeonato nacional e da Eurowinners", o título de campeão europeu.

O presidente do clube, António Salvador, liderou a comitiva que foi esperar os jogadores ao aeroporto, concordando ter-se tratado de uma "vitória histórica do futebol de praia".

"Em seis anos a competir, o Braga foi cinco vezes campeão nacional e bicampeão europeu e fomos para este Mundialito com a esperança de chegar à final, mas também sabíamos que estavam lá as melhores equipas do mundo", lembrou o dirigente minhoto.

Para António Salvador "esta é uma vitória importante para o clube e para a cidade”, lamentando que não estivesse presente nenhum representante do município para “fazer a receção a estes grandes campeões".

Sê o primeiro a comentar: