Portugal
Tiago Fernandes quer Chaves com mesma identidade e paciência para bater Boavista
2019-02-16 14:00:00
Jogo marcado para as 17h30 de domingo

O Desportivo de Chaves quer manter a “identidade” que tem evidenciado nos últimos jogos e ter “paciência” para bater o Boavista, no domingo, para a 22.ª jornada da I Liga de futebol, disse hoje o técnico Tiago Fernandes.

“A melhor estratégia para o jogo é sermos fiéis à nossa identidade e ao que temos feito de positivo nos últimos encontros”, destacou o treinador do conjunto transmontano, que ocupa a 17.ª e penúltima posição da tabela, com 18 pontos, na antevisão ao encontro de domingo, às 17:30, em Chaves.

Reconhecendo que o jogo é importante para a sua equipa, Tiago Fernandes lembrou que também o é para o “adversário direto” na luta pela manutenção.

Além de pedir “equilíbrio e organização”, o técnico referiu também ser necessário “paciência” para bater o Boavista, que ocupa a 12.ª posição com 22 pontos.

O adversário dos ‘flavienses’ soma duas vitórias consecutivas no campeonato, e a fase ascendente resulta das “novas rotinas e ideias” do novo técnico, Lito Vidigal.

“Sabemos a qualidade do adversário, que foi estudado durante a semana e os jogadores estão preparados. Temos de ter a humildade que temos tido nas últimas semanas para reconhecer o valor do Boavista”, alertou.

Para Tiago Fernandes, o “segredo” para alcançar a vitória é demonstrar “ambição, vontade e querer em todos os lances”, de forma a chegar à baliza contrária com “maior sucesso” e ainda saber "defender bem" para não sofrer golos.

Com duas baixas confirmadas, com o castigo do médio Jefferson, por ter visto o quinto cartão amarelo, e do médio João Teixeira, que ainda recupera de lesão, o técnico do emblema de Trás-os-Montes, que não divulgou a lista de convocados, assegurou que as baixas serão “sempre bem colmatadas”.

“As opções que temos neste momento dão-nos garantias para lutar contra qualquer adversário”, garantiu, esperando “ambição, garra e determinação” da sua equipa perante um adversário direto.

O conjunto de Chaves promoveu durante a semana uma campanha para chamar mais adeptos ao estádio, com a possibilidade de cada sócio poder levar até três acompanhantes por cinco euros cada bilhete.

Tiago Fernandes espera um ambiente “favorável” e de apoio à sua equipas, mas alertou que os seus jogadores devem ter “equilíbrio”.

“O apoio dos adeptos pode ser decisivo em alguns momentos do jogo e é bom que compareçam e tragam uma onda positiva, mas os nossos jogadores têm de manter o equilíbrio, organização e inteligência”, vincou.

O Desportivo de Chaves, 17.º e penúltimo colocado, com 18 pontos, defronta o Boavista, 12.º, com 22, em encontro da 22.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que se disputa no domingo, às 17:30, no Estádio Municipal Eng.º Manuel Branco Teixeira, em Chaves.

Sê o primeiro a comentar: