Portugal
"Temos de enaltecer a forma como o Marítimo nunca atirou a toalha ao chão"
2019-09-28 20:15:00
Nuno Manta Santos analisou a vitória sobre o Moreirense

Nuno Manta Santos mostrou-se naturalmente satisfeito pela vitória conquistada este sábado diante do Moreirense (2-1), no Funchal, em jogo da sétima jornada da Liga NOS. 

Em conferência de imprensa, o técnico dos insulares sublinhou o apoio do público presente na Madeira e destacou a crença da sua equipa, que acabou por conseguir a reviravolta. 

"O apoio do público é sempre fundamental e, quando os atletas sentem o apoio positivo, dá mais força psicológica, que se traduz na parte física e anímica. Faltavam 10 minutos para o jogo terminar e foi muito importante essa força que veio da bancada. Agradeço os adeptos do Marítimo pelo apoio à equipa. [O Moreirense] viu que estávamos a fazer uma boa circulação, com uma primeira fase de construção agradável, em que subimos os nossos médios interiores e com os extremos largos. A equipa do Moreirense baixou e ficou na expectativa para sair em transições", começou por dizer. 

"Faltou a entrada no último terço, a definição. São aspetos que temos de trabalhar e a equipa tem de crescer nesse processo de jogo se queremos jogar em ataque continuado. Temos de estar sempre equilibrados para não levar transições do nosso adversário", continuou Nuno Manta, antes de realçar o esforço dos seus jogadores. 

"Quero realçar a capacidade de trabalho que a equipa teve, o acreditar que era possível chegar ao golo da igualdade e, depois o da vitória. Temos de enaltecer a forma como o Marítimo, até ao fim, nunca atirou a toalha ao chão. Os jogadores levantaram a cabeça e foram à procura da vitória. Isso era o mais importante. Ter empenho, atitude, que, acima de tudo, é o que eu peço aos jogadores. Isto indica-nos que o caminho que estamos a fazer vai ter o seu sucesso e vem-nos garantir que o trabalho dá os seus frutos", rematou.