Portugal
"Temos a pressão e a exigência de lutar pelas vitórias até ao final"
2019-04-25 15:55:00
Feirense, já despromovido, visita o terreno do Portimonense

O treinador do Feirense, Filipe Martins, afirmou hoje que o clube mantém a exigência de lutar pelas vitórias na I Liga de futebol, apesar de já estar despromovido.

Na conferência de imprensa de antevisão à visita ao Portimonense, da 31.º jornada, marcada para sábado, às 15:30, o técnico assegurou que o clube quer regressar aos triunfos, 28 jogos depois da última vitória.

"Os jogadores podem-se libertar um pouco da pressão que tinham e, assim, tentar valorizar a equipa e cada um deles em termos individuais. Nunca vamos deixar de ter a mesma exigência que tivemos até agora e esperemos ser mais felizes do que anteriormente. Temos a pressão e a exigência de lutar pelas vitórias até ao final", admitiu o técnico.

Filipe Martins alertou para a qualidade do Portimonense, 10.º classificado, com 33 pontos, mas garantiu que o Feirense vai apresentar-se preparado e motivado para as dificuldades do jogo.

"É uma equipa que tem muito bons executantes e que pratica um futebol positivo. Já venceu o Benfica e o Sporting e em casa tem o sexto melhor ataque. Vamos preparados para defrontar uma equipa poderosa, mas eles também podem esperar uma oposição muito forte da nossa parte", sublinhou.

O treinador do Feirense disse estar ciente do perigo que o avançado colombiano Jackson Martinez pode criar, mas defendeu que a sua equipa terá de se focar no jogo coletivo dos algarvios.

"Sabemos a valia, da técnica, acima de tudo, desse jogador. Temos de ter muita atenção, mas não nos podemos focar só nele. O Portimonense tem uma equipa com muita qualidade, reconheceu.

Para o jogo com o Portimonense, Filipe Martins não poderá contar com Sturgeon e Kuka, ambos a recuperarem de lesões.

O Portimonense recebe o já despromovido à II Liga Feirense, que ocupa o 18.º e último lugar com 15 pontos, num encontro que vai ser arbitrado por João Capela, da associação de Lisboa.

Sê o primeiro a comentar: