Portugal
"Tapsoba era dos melhores centrais a jogar em Portugal", afirma Ivo Vieira
2020-02-01 16:10:00
Treinador aborda a venda recorde do Vitória de Guimarães

O treinador Ivo Vieira afirmou hoje que Tapsoba, jogador vendido pelo Vitória de Guimarães ao Bayer Leverkusen, da Alemanha, por 18 milhões de euros, era "um dos melhores centrais" a jogar na I Liga.

O técnico lembrou que o internacional pela seleção do Burquina Faso, de 20 anos, começou a temporada sem qualquer jogo disputado na I Liga e acabou por se impor na equipa minhota graças ao "profissional" que mostrou ser e aos "sinais que deu na pré-época" da sua qualidade, refletida nos 32 jogos oficiais como titular na presente época e nos oito golos apontados - é o melhor marcador da equipa.

"Quando iniciámos o período preparatório, tornou-se evidente que havia ali qualidade. Quando há qualidade, tem de jogar de forma natural. Foi dando passos e evoluindo a cada dia. Não estou a cometer um exagero se disser que era provavelmente dos melhores centrais a jogar em Portugal", disse, na conferência de antevisão ao duelo com o Boavista, às 20:00 de domingo, para a 19.ª jornada do campeonato.

Após um negócio que envolve ainda o pagamento de sete milhões de euros ao Vitória mediante o cumprimento de objetivos e a mais-valia de 15% de uma futura transferência do futebolista, Ivo Vieira lembrou que Tapsoba passou a ser o "ativo mais bem rentabilizado" da história do clube e "mereceu aquilo que lhe aconteceu".

O defesa-central rumou à Liga germânica no último dia do mercado de transferências de inverno, que, no caso dos vimaranenses, ditou ainda as saídas de Rafa Soares, Al Musrati, Alexandre Guedes e André Pereira e as entradas de Easah Suliman, Mascarenhas, Elias Abouchabaka e Abou Ouattara.

As idades dos jogadores contratados situam-se entre os 19 e os 21 anos, com Ivo Vieira a frisar que esse é um reflexo da aposta do clube em futebolistas jovens, com o objetivo de os "potenciar" e gerar "mais-valias" a partir daí.

"Corremos sempre o risco de, entre quatro a cinco jogadores, nem todos terem sucesso. Se conseguirmos que dois ou três sejam mais-valias, isso já será um bom prenúncio para o futuro", defendeu.