Portugal
Sócios querem afastar António Albino da presidência do Académico de Viseu
2019-06-15 16:55:00
António Albino está nos viseenses desde 2007

O Académico de Viseu vai a votos no próximo dia 29 de junho e, pela primeira vez desde a 'refundação' do clube, António Albino vai ter oposição nas urnas, por parte do movimento de sócios 'Juntos Pelo Académico'.

António Albino vai recandidatar-se, disse à Lusa fonte próxima do presidente, mas, desta vez, com oposição da lista encabeçada por Toni Carvalho, sócio número 280, acompanhado de outros elementos que se vinham assumindo como oposição à atual gestão do clube, e também da SAD, criada para gerir o futebol profissional do Académico.

A lista já confirmou a sua ida a votos, e apresentou um manifesto eleitoral com 50 medidas para o que considera ser "um projeto credível, mobilizador e agregador" e "pensado para o futuro do Académico de Viseu Futebol Clube", assumindo ainda que pretende "devolver o clube à cidade e trazer a região ao clube".

No manifesto eleitoral, o 'Juntos Pelo Académico' apresentou 50 propostas, entre as quais defende a alteração e atualização de estatutos, o aumento do número de sócios, o investimento na comunicação e imagem e ainda reformas e reestruturação ao nível administrativo e financeiro, bem como a renegociação do protocolo entre o clube e a SAD , entidade que detém os direitos desportivos de competição da sua equipa de profissional de futebol, que joga na II Liga, e da qual António Albino é sócio maioritário.

Desde 2007, António Albino tem assumido os destinos do clube viseense, depois de ter sido um dos promotores do processo que permitiu ao Académico de Viseu 'renascer' em 2005, após uma decisão judicial que levou à extinção do então Clube Académico de Futebol.

Um protocolo com um outro clube de Viseu, o Farminhão, permitiu o regresso à competição, em 2005, desde então com a atual designação de Académico de Viseu Futebol Clube.

Sê o primeiro a comentar: