Portugal
"Só temos de nos queixar daquilo que não conseguimos fazer", lamenta Pepa
2019-05-05 18:45:00
Tondela em posição complicada na tabela

Pepa, treinador do Tondela, reconhece que a manutenção está cada vez mais difícil mas, enquanto for possível, "ninguém vai atirar a toalha ao chão". Em conferência de imprensa após a derrota sofrida frente ao Santa Clara, o técnico salientou que o próximo jogo, em Alvalade, é "crucial". 

"Está muito difícil, mas não está impossível, portanto, só temos de nos queixar daquilo que não conseguimos fazer. Aquele segundo golo marcou o jogo, mas nem eu nem ninguém vai atirar a toalha ao chão. Ficou mais difícil [conseguir a manutenção. Perdemos aqui uma oportunidade de sair da ‘linha de água’, é verdade, mas não podemos desistir. Temos de reagir já no próximo jogo. Não o conseguimos hoje e aqui ninguém desiste, nesta casa, portanto temos noção que está mais complicado, mais difícil, mas não está impossível, longe disso", começou por dizer. 

"A primeira parte não foi muito conseguida, é verdade, mas a segunda parte entramos a pressionar, com volume ofensivo, fizemos o golo e aquele segundo golo [do Santa Clara] foi um sopro enorme. A partir daí não conseguimos reagir, animicamente fomos abaixo, o que acaba por ser um pouco inexplicável, mas as pernas começaram a pesar muito", acrescentou. 

"Não é falta de atitude, é falta de correr, é o peso nas pernas e a responsabilidade que temos de a assumir, mas aqui questões emocionais tomaram conta de nós e o Santa Clara acabou por fazer o 2-1 e acabámos depois por tornar o jogo sofrível. O jogo de Alvalade [com o Sporting] é crucial para podermos levar isto até ao último jogo [com o Desportivo de Chaves]", rematou Pepa. 

Sê o primeiro a comentar: