Portugal
Sérgio Conceição: "Hoje não ganhámos absolutamente nada"
Redação Bancada
2018-04-15 20:20:00
Sérgio Conceição analisou o encontro frente ao Benfica e colocou um travão na possível euforia azul e branca.

O FC Porto venceu hoje o Benfica por 1-0 com golo de Herrera já em cima do minuto 90, resultado que permite à equipa azul e branca regressar à liderança da Liga Portuguesa. No final do encontro, Sérgio Conceição, colocou um travão na possível euforia portista e defendeu que nada ficou decidido.

“Uma coisa é certa, nós nas últimas três ou quatro semanas sentimos o dissabor de não vencer dois jogos que eram jogos para ganharmos. Hoje não ganhámos absolutamente nada, ganhámos só um jogo ao rival, temos mais quatro jogos para fazer, que também são três pontos em disputa como estavam hoje em jogo. Ainda há muito campeonato para disputar. São doze pontos ainda em disputa”, defendeu Sérgio Conceição.

O treinador do FC Porto analisou o jogo e definiu o mesmo como um encontro de duas partes distintas: “Foi um jogo de grande intensidade, muito competitivo. Uma primeira parte onde as equipas se anularam uma à outra com ligeiro ascendente do Benfica. O Benfica faz sempre primeiras partes muito fortes com dinâmicas ofensivas muito interessantes. Na segunda parte não me lembro de nenhuma ocasião do Benfica, nós andámos ali perto, lances que o Varela uma ou outra vez resolveu, sempre um jogo equilibrado”. “Na primeira parte um ascendente do Benfica, a segunda parte foi nossa”, resumiu.

Sérgio Conceição explicou ainda as substituições que fez durante o encontro: “As substituições foram sempre no sentido de dar algo mais à equipa ofensivamente. Sabíamos do desgaste dos homens da frente, o Marega estava a dar-me sinais positivios e a entrada do Óliver acontece numa fase do jogo em que estávamos no meio campo adversário e numa transição defensiva o Sérgio [Oliveira] podia levar o amarelo”.

O treinador do FC Porto analisou ainda o lance perto do final do encontro em que os responsáveis do Benfica pediram grande penalidade sobre Zivkovic: “Estou longe, não tive oportunidade de ver. [Vê a repetição durante a intervenção] Não me parece absolutamente nada. O VAR foi da mesma opinião. Por vezes o VAR não acerta, mas desta vez tudo normal”.

Sê o primeiro a comentar: