Portugal
"Sentimo-nos mal com as nossas prestações", diz Luís Castro
2019-04-12 14:05:00
Treinador dos vitorianos no lançamento do embate frente ao Rio Ave

O treinador Luís Castro afirmou hoje que o Vitória de Guimarães quer encerrar o ciclo de quatro jogos sem triunfos fora no domingo, frente ao Rio Ave, para a 29.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Desde que venceu no terreno do Feirense (2-1), no final de janeiro, para a 19.ª jornada, a equipa de Guimarães averbou três derrotas e um empate, e o técnico admitiu que a sua equipa está em "dívida" para "com as boas exibições e os bons resultados" nos últimos jogos fora, pelo que deseja "retificar" a situação em Vila do Conde.

"Nos últimos quatro jogos fora, averbámos três derrotas e um empate, somámos um golo e temos revelado grande ineficácia na abordagem ao último terço. Temos sofrido com isso, porque nos sentimos mal com as nossas prestações. Vamos tentar inverter esse ciclo perante um adversário difícil", disse Luís Castro, na antevisão ao jogo marcado para domingo, às 15:00, no Estádio do Rio Ave.

Para o Vitória dar a volta a esses resultados aquém do esperado longe de Guimarães - é sexto classificado, com 45 pontos, 15 deles somados fora -, Luís Castro afirmou que os seus jogadores vão ter de apresentar "dedicação" e "ambição" frente a um adversário cujo último triunfo em casa para a I Liga remonta a 27 de outubro de 2018, diante do Desportivo de Chaves (1-0).

Questionado sobre a visita do presidente do clube, Júlio Mendes, ao balneário, após a derrota no terreno do Santa Clara (1-0), na 27.ª jornada, o treinador admitiu que é natural que os "líderes" das instituições sejam "os primeiros a falar do que não gostam quando as coisas estão mal", embora o plantel já estivesse ciente disso.

"Às vezes, bastam dois ou três maus posicionamentos para as coisas deixarem de estar ligadas e tudo parece mal", realçou o treinador, tendo dito que os erros ocorrem, várias vezes, não por "desleixo", mas porque os futebolistas estão sujeitos ao erro.

O técnico reconheceu ainda que tinha ‘desenhado' um "caminho diferente" para atingir o objetivo desta época, com "mais pontos" nesta altura, mas frisou que a sua equipa vai lutar até ao fim para subir ao quinto lugar, atualmente ocupado pelo Moreirense, com 48 pontos, e garantir o acesso à Liga Europa.

"Queremos sempre o lugar imediatamente acima e estamos em sexto. Se estivéssemos em quinto, e houvesse hipótese matemática, olhávamos para o quarto", reiterou, tendo ainda dito que essa classificação seria uma boa sequência para o que alcançou em 2016/17, precisamente no Rio Ave (sétimo lugar), e em 2017/18, no Chaves (sexto).

O Vitória de Guimarães, sexto classificado com 45 pontos, defronta o Rio Ave, nono com 32, no domingo, a partir das 15:00, no Estádio do Rio Ave, em Vila do Conde.

Sê o primeiro a comentar: