Portugal
"Sempre a favorecer o mesmo". Benfica critica arbitragem de Capela no Dragão
2019-03-18 14:55:00
Águia lembra trabalho realizado há uma semana no duelo com Belenenses na Luz e contra o Marítimo no Dragão

O Benfica não deixa passar em claro a arbitragem de João Capela, que há uma semana apitou o embate das águias contra o Belenenses SAD e no sábado esteve no Dragão para o duelo entre FC Porto e Marítimo. As águias estranham a "gritante dualidade de critérios neste campeonato e sempre a favorecer o mesmo clube".

Depois de referir que a vitória do Benfica em Moreira de Cónegos foi um "golpe de autoridade" e que revelou "frescura física" do plantel de Bruno Lage, que na quinta-feira, tinha sido submetido a 120 minutos na eliminatória da Liga Europa contra o Dínamo Zagreb, as águias não deixam de fazer críticas ao trabalho de João Capela e comparam-no com a atuação que teve há uma semana, na Luz, quando as águias receberam o Belenenses SAD.

"Na jornada anterior, na Luz, o árbitro viu a bola tocar por três vezes nas mãos de jogadores do Belenenses na sua grande área. Em nenhum dos casos considerou penálti", salienta o Benfica, na sua newsletter oficial.

E prossegue: "Passados cinco dias [FC Porto jogou no sábado], o mesmo árbitro demorou quatro minutos para assinalar um penálti a favor do FC Porto num lance em que a bola bateu… no peito de um jogador do Marítimo! Decisão, obviamente, retificada".

Os reparos do Benfica ao trabalho de Capela vão mais longe. "Já na segunda parte, numa jogada em tudo idêntica a outras que aconteceram no Benfica-Belenenses (e que não foram sancionadas), o pontapé de grande penalidade acabou mesmo por ser assinalado."

Sê o primeiro a comentar: