Portugal
"Se sentir que não estão felizes comigo, eu dou o passo"
2019-04-04 15:00:00
Treinador comenta eventual saída do Vitória de Guimarães

O Vitória de Guimarães ainda tem aberto o cenário de apuramento para as competições europeias mas já se vai perspetivamendo a nova época no castelo. Ivo Vieira, que tem feito uma histórica campanha no vizinho Moreirense, tem sido colocado na rota vitoriana e Luís Castro, embora saliente que sente o apoio da SAD, tratou já de avisar que se sentir que não é desejado, ele mesmo deixa o Vitória.

"O prazer de trabalhar no Vitória acompanha-me desde o primeiro dia. Quando eu sentir que as pessoas não estão felizes com o meu trabalho, não é preciso ninguém dizer-me nada. Eu dou o passo [para sair]", afirmou Luís Castro, nesta quinta-feira, em declarações na conferência de imprensa de lançamento do próximo jogo contra o Desportivo de Chaves.

Ao seu estilo, diplomático, Luís Castro deixou claro o seu caráter. "Hipocrisias não fazem parte do meu dia a dia. Todos os que me envolvem pensam da mesma maneira. Mas o mais importante é a instituição Vitória", disse.

O treinador tratou ainda de reiterar que vai continuar a manter a "atenção máxima" ao seu trabalho diário.

O Vitória de Guimarães segue nesta altura com 42 pontos na classificação, a três do Moreirense e a 16 do Braga, a primeira equipa em zona de apuramento europeu.

No entanto, em virtude da final da Taça de Portugal se realizar entre FC Porto e Sporting (duas equipas que estão em zona de apuramento pelo campeonato, deverá abrir-se uma vaga para o quinto classificado).

Sê o primeiro a comentar: