Portugal
Sandro Mendes não espera um Marítimo fragilizado em Setúbal
2019-10-25 16:40:00
Sadinos recebem madeirenses às 18h00 de sábado

O treinador do Vitória de Setúbal recusou a ideia de poder ter sábado, no Estádio do Bonfim, ter pela frente um Marítimo fragilizado no jogo da oitava jornada da I Liga de futebol.

Em conferência de imprensa, Sandro Mendes refere que não espera tirar partido do facto de os madeirenses terem sido eliminados da terceira eliminatória da Taça de Portugal pelo Beira-Mar (5-4 nas grandes penalidades, após 2-2 nos 120 minutos), do Campeonato de Portugal.

"De maneira nenhuma. Não nos dá qualquer vantagem até porque este já é outro jogo. O Marítimo tem bons jogadores e uma boa equipa, tal como o Vitória. Será um jogo entre duas boas equipas que vão querer ganhar. Esperamos ser nós e sabemos que vamos ter de estar no nosso melhor. Os índices de confiança vão ter de estar elevados. Encaramos o jogo de amanhã [sábado] de forma séria e com a ambição clara de conquistar os três pontos", disse.

Depois do 5-0 na Taça de Portugal no reduto do Águias do Moradal, da 1.ª divisão distrital da associação de Castelo Branco, o conjunto setubalense apresenta-se com vontade de dar sequência ao triunfo de domingo.

"Sempre disse que é muito importante trabalhar sobre vitórias, independentemente de termos ganhado a uma equipa de escalão inferior. É sinal que fizemos as coisas bem feitas, respeitámos o adversário e aquilo que trabalhámos. Demos mais um passo no nosso caminho. Agora voltamos à I Liga contra um Marítimo que tem qualidade. Os jogadores estão focados no objetivo de ganhar", frisou.

Questionado sobre se Ghilas, autor de um ‘hat-trick’ no 5-0 ao Águias do Moradal, pode ser aposta na frente de ataque, o treinador dos sadinos explica que na hora de decidir quem joga há outros aspetos a considerar.

"Não são os golos que Ghilas fez que lhe vão dar a titularidade, mas o que ele, e os outros jogadores, fazem durante a semana. O treinador escolhe em função das características que cada jogador e o adversário têm. Isso é que dá a titularidade aos jogadores", refere.

Sem lesionados e castigados na equipa, Sandro Mendes recorda que o franco-argelino se juntou mais tarde ao plantel e lembra que tem várias opções válidas na frente de ataque.

"O Ghilas está de regresso a Portugal, chegou tarde e, como todos os pontas de lança, vive de golos. Ainda bem que os fez, mas também temos cá o Guedes e o Hachadi, que também estão à procura da confiança e dos golos. Para isso têm de jogar. Cabe-me a mim ter essa dor de cabeça e escolher um para jogar", disse.

O Vitória de Setúbal, que ocupa a 13.ª posição a par do Moreirense, com sete pontos, e o Marítimo, 10.º, com oito, defrontam-se no sábado, às 18:00, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, em encontro da oitava jornada da I Liga.