Portugal
Ristovski: Lateral de propensão ofensiva à imagem de Piccini e Schelotto
Mauro
2017-08-03 12:40:00
Apontado como possível reforço do Sporting, Ristovski está na linha de características dos laterais utilizados por Jesus

Um lateral que faz do momento ofensivo uma das principais ‘armas’ do futebol que apresenta dentro das quatro linhas. Stefan Ristovski é o nome daquele que poderá vir a ser o próximo reforço para o corredor direito da defesa do Sporting, segundo avança a imprensa desportiva nacional. O internacional macedónio, de 25 anos, pode então chegar a Alvalade como mais uma prova sustentada das características que Jorge Jesus pretende ver num lateral, devido às similaridades que o jogador do HNK Rijeka exibe no relvado com Cristiano Piccini e Ezequiel Schelotto, os dois últimos jogadores (Piccini de momento) a serem ‘donos’ do lugar no corredor direito defensivo do conjunto leonino.

Com percetível propensão ofensiva, Ristovski prima pela velocidade na condução de bola e no critério de cruzamento, que lhe atribui capacidade para ser pautado pelos passes decisivos para golo. Em 2017/18, são já três as assistências que leva nas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões, em quatro encontros disputados, tendo apontado um golo pelo meio. Com a recente passagem ao play-off de acesso à fase de grupos da prova milionária, fruto de um triunfo perante o Red Bull Salzburgo, o rendimento do lateral-direito tem sido fator diretamente fulcral na campanha do emblema croata na competição. O caráter efetivo que tem evidenciado no momento da decisão também decorre de 2016/17. Na época passada, Ristovski assinou nove assistências para golo em 33 partidas realizadas na Liga Croata.

Ora, o alegado interesse do Sporting no defesa de 25 anos não é recente, pois ainda na temporada transata tinha sido avançado, pela imprensa desportiva portuguesa, de que Ristovski estaria no radar de Jorge Jesus e do emblema de Alvalade. Este eventual interesse está inerente na linha de laterais utilizados por Jesus, patenteados pela vertigem no processo ofensivo, fruto também das vicissitudes que o futebol moderno exige a jogadores que atuam nessas mesmas posições em campo.

Quem conhece Ristovski, caracteriza-o exatamente pela influência que acaba por ter no ataque da equipa. "É muito ofensivo e muito rápido", contou ao Lucas Souza em declarações ao Bancada. Companheiro de quarto de Ristovski no Parma, em 2014, o médio brasileiro, que já passou por CD Tondela, Moreirense e Olhanense, reconheceu que o macedónio não é tão forte defensivamente quanto no momento ofensivo, mas destacou também capacidades de consistência a defender. 

Alguém que também já corroborou, no passado, a vocação ofensiva de Ristovski foi Ljubinko Drulović. “Um lateral direito muito ofensivo, que gosta de subir. É um jogador que é muito possante e é muito ofensivo”, referiu Drulović sobre Ristovski, em declarações à “Rádio Renascença”, datadas de março passado. O antigo jogador de FC Porto e Benfica treinou o jogador do Rijeka quando foi selecionador da Macedónia, em 2015, e destacou também as características acima apontadas que estão na base do futebol apresentado por Ristovski nos relvados, como o “excelente cruzamento” e o facto de dar “garantia a qualquer treinador” devido ao profissionalismo.

Por falar em Macedónia, Ristovski, internacional por 32 ocasiões, fez a estreia pela seleção precisamente contra Portugal, a 26 de maio de 2012. Num jogo particular realizado no Estádio Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, o jogador agora apontado ao Sporting foi lançado na seleção pelo galês John Toshack, que curiosamente já passou pelo emblema de Alvalade, enquanto treinador, na temporada 1984/85.

Ainda na seleção da Macedónia, um dos momentos mais marcantes da carreira de Ristovski deu-se aquando de um encontro com a Espanha, em junho, a contar para a fase de qualificação para o Mundial 2018. A Macedónia saiu desse jogo derrotada por 2-1, mas a partida perdurará certamente para sempre na memória do lateral direito. Ristovski fez o golo do lado que perdeu o compromisso, o que consistiu na estreia a marcar pela seleção, logo com um golo de levantar as bancadas, que é bem demonstrativo daquilo que pode oferecer ao nível ofensivo enquanto lateral de profundidade pelo corredor (ver vídeo abaixo).

Sucessivos empréstimos terminaram após a rutura financeira do Parma

Até chegar ao HNK Rijeka, a carreira de Ristovski foi pautada por sucessivos empréstimos, principalmente ocorridos no futebol italiano. Contratado pelo Parma em 2010, ainda em idade de júnior, o lateral macedónio passou, entre 2011 e 2015, por clubes como FC Crotone, Frosinone Calcio, FC Bari e US Latina, tendo apenas realizado seis encontros oficiais pelo Parma.

Os minutos somados nos escalões secundários do futebol italiano foram fundamentais na evolução de Ristovski, com a ida para a Croácia, depois da rutura financeira do Parma – que levou o clube à quarta divisão –, como o ‘catapultar’ do internacional macedónio. Nas duas últimas temporadas, o defesa somou 76 encontros oficiais pelo Rijeka e as participações nas competições europeias têm chamado a atenção de clubes europeus, com o Sporting a ser apontado como possível presença nessa lista de interessados.