Portugal
Rio Ave reativo não consegue alterar empate arrancado por Moreirense
2019-10-30 19:35:00
Vila-condenses sobem provisoriamente ao quinto lugar do campeonato

Rio Ave e Moreirense empataram hoje, por 1-1, em partida da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol, em que o resultado é mais lisonjeiro para os minhotos.

A formação de Moreira de Cónegos, que apostou essencialmente no contra-ataque, até chegou primeiro à vantagem, com um golo de Luther Singh, aos 32 minutos, mas na segunda metade o Rio Ave dominou por completou, e apenas pecou por apontar um único golo, por Taremi, aos 57.

Com este resultado, os vila-condenses, sobem provisoriamente ao quinto lugar do campeonato, somando agora 12 pontos, enquanto o Moreirense, que não vence na I Liga há cinco jornadas, segue no 12.º lugar, agora com nove.

Apesar de toda a partida ter sido condicionada por uma forte neblina que se fez sentir em Vila do Conde, a equipa da casa adaptou-se, inicialmente, melhor às condições, criando perigo logo no minuto inicial, num remate de Nuno Santos, após combinação com Diego Lopes.

À maior pressão exercida nos primeiros instantes pelos locais, o Moreirense respondeu em contra-ataque, com Fábio Abreu, em duas oportunidades, antes do quarto de hora, a testar os reflexos de Kieszek, na baliza vila-condense.

O Rio Ave ainda desperdiçou uma boa oportunidade para inaugurar o marcador, num cabeceamento de Tarantini, aos 20, que o guardião do Moreirense respondeu com boa defesa, mas o crescimento ofensivo do Moreirense era evidente.

Luther Singh revelava-se, então, um quebra-cabeças para a defesa da casa, e aos 32, lançado por Filipe Soares acabaria por se desmarcar e esboçar um belo remate para o 1-0.

O Rio Ave ainda tentou uma reação, antes do intervalo, com uma jogada de Carlos Mané, mas que Nuno Santos não deu a melhor sequência, mantendo o resultando desfavorável para os locais.

Descontente com a prestação da equipa, Carlos Carvalhal lançou Jambor e Taremi no regresso do descanso, numa alteração que teve frutos, uma vez que aos 57 minutos o avançado iraniano justificou a aposta, resgatando o empate, após desviar para golo, um cruzamento de Carlos Mané.

O tento galvanizou os vila-condenses, que, controlando o desafio, foram encostando um Moreirense inofensivo e sem o fulgor do primeiro tempo, permitindo que Bruno Moreira, Taremi, Nuno Santos e Diego Lopes ameaçassem a reviravolta.

A pressão dos vila-condenses não abrandou com o andar do cronometro, traduzindo-se em vários lances de perigo junto à baliza contrária, onde Mateus Pasinato se assumiu como uma das figuras do encontro, colecionado defesas de grande nível, que foram empurrando a igualdade até ao final.

Jogo no Estádio do Rio Ave FC, em Vila do Conde.

Rio Ave - Moreirense, 1-1.

Ao intervalo: 0-1.

Marcadores:

0-1, Luther Singh, 32 minutos

1-1, Taremi, 57.

Equipas:

- Rio Ave: Kieszek, Diogo Figueiras (Taremi, 46), Borevkovic, Aderllan Santos, Matheus Reis, Filipe Augusto (Jambor, 46), Tarantini, Diego Lopes, Nuno Santos, Bruno Moreira (Ronan, 81) e Carlos Mané.

(Suplentes: Paulo Vítor, Nélson Monte, Piazon, Ronan, Jambor, Pedro Amaral e Taremi).

Treinador: Carlos Carvalhal.

- Moreirense: Mateus Pasinato, D'Alberto, Iago, Steven Vitória, Abdu, Sori Mané, Filipe Soares, Ibrahima (Alex Soares, 64), Luther Singh, Pedro Nuno (Bilel, 66) e Fábio Abreu (Teixeira, 84).

(Suplentes: Trigueira, Rosic, Texeira, Bilel, Alex Soares, Bruno Silva e Machado).

Treinador: Vítor Campelos.

Árbitro: António Nobre (AF Leiria).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Luther Singh (78) e Aderllan Santos (83)

Assistência: cerca 1500 espetadores.