Portugal
"Quero agarrar-me com tudo a este plantel", diz Pepa
2019-09-03 14:50:00
Técnico espera construir um coletivo forte em Paços de Ferreira

Pepa prometeu hoje “trabalhar com paixão e amor” no Paços de Ferreira, clube ao qual regressa como treinador, em substituição de Filipe Rocha, acreditando que “as coisas vão surgir com naturalidade” na formação da I Liga de futebol.

“Todos são importantes e todos juntos vamos fazer um coletivo forte. A ambição é termos sucesso juntos, mas, mais do que palavras, valem os atos, trabalhando com paixão e amor, porque com naturalidade as coisas vão acontecer", disse Pepa, em conferência de imprensa, durante a sua apresentação como técnico pacense.

Pedro Miguel da Costa Filipe, nome completo de Pepa, de 38 anos, volta ao ativo como treinador a um clube que representou como jogador, em 2004/05, com a missão de resgatar o Paços do atual último lugar, com apenas um ponto conquistado, após quatro jornadas disputadas na I Liga.

"Qualquer treinador que chegue [a um clube], há sempre algo para fazer, mas tem tudo que ver com ideias. O que posso dizer agora é que este é o melhor grupo de trabalho do mundo, porque vai até ao fim, e quero agarrar-me com tudo a este plantel e os jogadores a mim, para termos sucesso", sublinhou, agradado com a exigência dos adeptos.

O antigo técnico do Tondela considerou que "é sempre bom sinal quando há exigência" e definiu como linha orientadora "fazer com que os adeptos tenham orgulho do que os jogadores fazem em campo", "trabalhando e jogando bem".

"Todos os desafios são aliciantes. Por um lado, fui infeliz em Paços, devido a uma lesão, e feliz por outro, porque as pessoas marcaram-me muito. Marcou-me também esta ideia da família-Paços. Mas, o que tiver de acontecer, acontece. Temos de ver as coisas com naturalidade e siga ao trabalho", referiu o técnico, ainda sem um vínculo definido ao clube, segundo confirmou a seu lado o presidente pacense.

Paulo Meneses tomou a palavra no início da conferência, chamando a si a "responsabilidade" pela mudança da equipa técnica, após quatro jornadas, adiantando que "a decisão tem que ver muito mais do que com os resultados desportivos".

No Paços, Pepa vai trabalhar com a sua equipa técnica, constituída pelo treinador de guarda-redes João Ricardo, pelo adjunto Samuel, pelo analista Pedro Azevedo e pelo fisiologista/recuperador físico Pedro Oliveira, transitando Hugo Silva, observador, do anterior elenco técnico.

A conferência de apresentação da nova equipa técnica aconteceu após o treino matinal, o primeiro sob a orientação de Pepa e contou com o reforço de última hora Welthon.

O avançado brasileiro está de regresso ao emblema pacense por cedência do Vitória de Guimarães.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa