Portugal
"Quem embandeirou em arco e pensou que já estava tudo entregue..."
2019-03-12 15:40:00
Membro do Conselho Superior do FC Porto, Paulo Teixeira, lembra que "até ao lavar dos cestos é vindima"

Paulo Teixeira considera que o empate do Benfica com o Belenenses alimentou as esperanças azuis e brancas na conquista do bicampeonato. "Abriu-se aqui uma nova janela de oportunidade e vamos acreditar até ao fim, que o FC Porto possa renovar o título de campeão nacional", afirmou o membro do Conselho Superior, em declarações à Renascença.

O antigo presidente da Câmara Municipal de Castelo de Paiva socorre-se de um ditado popular para explicar que a luta pela conquista do título vai durar até ao fim.

"Até ao lavar dos cestos é vindima", revela o antigo autarca, recordando um episódio passado consigo próprio e com o clube portista.

"Não me posso esquecer que, em 1979/80, comprei uma camisola para festejar o campeonato na última jornada e nunca a usei, porque perdemos. É uma falsa questão considerar que o campeonato está decidido por se perder um jogo em casa. Quem embandeirou em arco e pensou que já estava tudo entregue, provou-se que não há jogos ganhos antecipadamente", refere.

À Renascença, Paulo Teixeira explicou ainda o impacto que o apuramento para os quartos de final da Liga dos Campeões teve no plantel orientado por Sérgio Conceição: "A competição europeia deu um incentivo muito grande aos jogadores do FC Porto. O inverso passou-se com o principal rival. Agora tudo vai depender muito da gestão que cada uma das equipas fará."

Benfica e FC Porto partilham a liderança do campeonato com 60 pontos, mas as águias têm vantagem no confronto direto (primeiro critério de desempate), por terem vencido os dois jogos do campeonato frente aos azuis e brancos (1-0 na Luz e 2-1 no Dragão).

Sê o primeiro a comentar: