Portugal
Que se venda Bruno Fernandes mesmo que seja "abaixo do valor", pede Menezes
2020-01-21 14:25:00
Antigo conselheiro de Estado e associado sportinguista diz que "seria o melhor para o clube e para o jogador"

Os adeptos pretendem contar com os jogadores mais influentes e aqueles que, teoricamente, deixam as suas equipas mais perto das vitórias. Pelo histórico no clube de Alvalade, Bruno Fernandes é um desses casos mas, muitas vezes, os salários, o projeto e a ambição de procurar novos horizontes fazem com que os jogadores deixem o clube onde jogam, quase sempre para tristeza dos adeptos.

Quase sempre, as administrações tentam mostrar argumentos para segurar um jogador, embora nem sempre seja possível.

Luís Filipe Menezes, antigo conselheiro de Estado e conhecido associado do Sporting, compreende o papel de Bruno Fernandes na equipa de Silas mas deixa um apelo na 'Renascença' a Frederico Varandas para que possa vender o capitão mesmo que seja por um valor inferior ao pretendido pelos leões.

"O Sporting, vendendo o Bruno Fernandes por um preço abaixo daquilo que são, aparentemente, as suas pretensões, seria o melhor para o clube e para o jogador", crê Menezes.

O antigo presidente do PSD diz que "mal estaria o futuro do Sporting se dependesse de um encaixe de mais dez ou menos dez milhões".

"É um valor relevante, mas não é exorbitante", salienta Menezes, defendendo Bruno Fernandes que terá o objetivo de auferir "seis milhões de salário e a ambição de jogar na Premier League e num grande clube como o Manchester United".