Portugal
"Presidente da Liga não tem de ser político. Tem de saber dar um murro na mesa"
2020-05-27 21:20:00
Theodoro Fonseca apoia candidatura de dirigente do Portimonense para suceder a Pedro Proença

O acionista maioritário da SAD do Portimonense, Theodoro Fonseca, considerou que o administrador financeiro dos algarvios, Edgar Vilaça, tem o perfil ideal para suceder a Pedro Proença.

Em declarações à Renascença, o investidor considerou que uma saída de Edgar Vilaça seria "preocupante" para o Portimonense, mas também uma solução para resolver os problemas da Liga.

"O presidente da Liga não tem de ser político. Tem de saber dar um murro na mesa", sustentou Theodoro Fonseca.

Um dia depois do próprio Edgar Vilaça ter assumido que seria "aliciante" suceder a Pedro Proença, o acionista maioritário da SAD do Portimonense apontou o dedo ao atual presidente da Liga.

"Nada tenho contra Pedro Proença, mas não posso concordar com muitas das atitudes e das decisões que ele tem vindo a tomar. E o pior, que culminou com o desagrado dos clubes, foi esta questão das operadoras televisivas. Houve um problema, Pedro Proença não o conseguiu solucionar e tornou-se num problema ainda maior", justificou.

"A Liga Portugal necessita de uma mudança e tem de ter pessoas capacitadas, que entendam de futebol e de gestão, e que falem com todos de igual para igual, com grandes e pequenos", reforçou Theodoro Fonseca, que considerou o administrador financeiro do Portimonense "um líder nato".

"Trata-se de uma pessoa muito capacitada. Todos os clubes conhecem o caráter do Edgar Vilaça", concluiu.