Portugal
Portimonense vence Feirense e interrompe série de cinco jogos sem vencer
2019-04-27 17:35:00
Tabata marcou o golo solitário

Um golo solitário de Tabata deu hoje a vitória ao Portimonense na receção ao despromovido Feirense (1-0), em jogo da 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que marca o regresso da equipa algarvia aos triunfos.

Tabata, aos 37 minutos, foi o autor do único golo de um encontro em que ambas as equipas terminaram reduzidas a 10 jogadores, devido às expulsões de Tiago Gomes, aos 31 minutos, no Feirense, e de Aylton Boa Morte (45), no Portimonense.

Com este triunfo, os algarvios mantêm a 10.ª posição, com 36 pontos, enquanto o conjunto de Santa Maria da Feira, 18.º e último classificado, somou a quinta derrota consecutiva e o 29.º encontro sem vencer na I Liga.

Numa partida que teve duas partes distintas, o Portimonense superiorizou-se no primeiro tempo, no qual o jogo teve um só sentido, o da baliza da turma de Santa Maria da Feira, dispondo de várias oportunidades para chegar ao descanso com um resultado folgado.

Vítor Tormena, Tabata e Jackson Martinez foram incapazes de finalizar com êxito algumas das ocasiões de golo.

O domínio da formação comandada por António Folha acentuou-se a partir dos 31 minutos, quando ficou em superioridade numérica, depois de Tiago Gomes ter sido expulso com o cartão vermelho direto na turma do Feirense, por uma entrada por trás sobre Tabata.

Em inferioridade, o Feirense deixou mais espaço para os algarvios que, aos 37 minutos, abriram o marcador por intermédio de Tabata, que, de cabeça, finalizou um cruzamento de Aylton Boa Morte.

Boa Morte que viria a ser expulso também com o cartão vermelho direto, após uma entrada mais dura sobre um adversário.

No segundo tempo, o jogo caiu de qualidade, com ambas as equipas a repartirem o domínio, sem, contudo, criarem ocasiões para alterar o marcador.

O Feirense só aos 85 minutos é que conseguiu fazer o primeiro remate enquadrado à baliza de Ricardo Ferreira, lance em que o guarda-redes, até então um mero espetador, evitou o golo a Stivan, jogador que tinha entrado aos 74 minutos.

O resultado acaba por premiar o Portimonense, equipa que teve a sorte do jogo.

Sê o primeiro a comentar: