Portugal
Portimonense bate Marítimo com golo tardio de Jackson Martínez
2019-05-11 17:35:00
Triunfo por 3-2 chegou aos 88 minutos

O Portimonense regressou hoje às vitórias na I Liga de futebol, ao vencer na receção ao Marítimo por 3-2, depois de estar em desvantagem e virar o resultado com um golo de Jackson Martinez perto do final.

No Estádio Municipal de Portimão, o camaronês Joel Tagueu e assinou os golos da equipa madeirense, aos 26 e 39 minutos, o segundo de penálti, tendo Henrique (28), Dener (62) e o avançado colombiano (88) marcado para os algarvios.

No encontro da 33.ª e penúltima jornada, a formação orientada pelo antigo internacional português Petit colocou-se em vantagem aos 26 minutos por intermédio de Joel Tagueu, que finalizou de cabeça um pontapé de canto.

Contudo, a vantagem durou apenas dois minutos, com Henrique (28) a restabelecer a igualdade, ao aproveitar uma defesa incompleta do guarda-redes madeirense a remate de Tabata.

O avançado camaronês Joel Tagueu (39 minutos) voltou a dar vantagem à formação insular, ao ‘bisar’ através de um penálti, a castigar derrube do guarda-redes algarvio a Barrera, vantagem que se manteve até ao intervalo.

Depois de uma primeira parte em que o jogo teve apenas um só sentido, o da baliza algarvia, a formação comandada por António Folha apresentou-se com maior velocidade, obrigando o Marítimo a recuar e a defender perto da sua área.

O avançado colombiano Jackson Martinez teve, aos 56 minutos, a oportunidade para voltar a igualar a partida, mas o remate saiu a escassos centímetros da baliza de Charles.

O maior domínio dos algarvios acabou por surtir, quando Dener (62 minutos), de cabeça, finalizou um livre apontado por Tabata, tendo o Portimonense conseguido virar o resultado a seu favor e garantido a vitória a dois minutos do final, quando Jackson Martinez, de cabeça, bateu Charles, após um canto.

O Portimonense, que tinha assegurado a permanência no escalão principal na ronda anterior, igualou na classificação do campeonato o Marítimo, somando ambos 39 pontos.

Sê o primeiro a comentar: