Portugal
"Podemos dar um salto na tabela para o meio da confusão", diz Pepa
2020-01-04 14:30:00
Antevisão do técnico pacense ao jogo da 15.ª jornada da I Liga

O treinador do Paços de Ferreira, Pepa, disse hoje que a equipa vai entrar com "força e energia" capazes de ganhar ao Moreirense, um jogo de "grande importância" da 15.ª jornada da I Liga de futebol, no domingo.

Na conferência de antevisão ao primeiro jogo oficial de 2010, Pepa reconheceu que o Paços não tem margem para andar a fazer contas, nem tem de o fazer, porque o objetivo é "encarar o adversário, seja ele qual for e onde for, com o intuito de ganhar o jogo".

"Temos um conhecimento geral da equipa [do Moreirense], mas este é daqueles momentos que - eu já disse várias vezes - mais do que aquilo que está do outro lado é o Paços. É olharmos para nós e percebermos da grande importância deste jogo, um jogo que nos pode aproximar do Moreirense, em que podemos dar um salto na tabela, para o meio da confusão, e nós queremos ir lá para cima", disse Pepa.

O técnico pacense falou em "foco total" da equipa nos três pontos, acreditando que os seus jogadores vão ser capazes de promover a "procura com critério e qualidade pelo golo, pela vitória, e dar continuidade ao que de muito bom foi feito, principalmente em pontos, mostrando uma capacidade de união e solidariedade em campo semelhante ao do último jogo do campeonato, em Braga".

"Vamos entrar com essa força e energia", prometeu Pepa, que revelou estar identificado e precavido para as ideias de Ricardo Soares, novo técnico do Moreirense, mas fazendo questão de dizer não o Moreirense poderá não ser "um ‘copy paste' e um padrão das suas ideias".

Em relação ao reforço da equipa, concretizadas até ao momento as contratações do médio Stephen Eustáquio e dos extremos Adriano Castanheira e João Amaral, o técnico regozijou-se por poder contar com mais opções na primeira semana de janeiro.

"Nunca me viram a falar, a pedir nada ou a queixar-me de nada, mas também não posso deixar de ficar satisfeito por aumentarmos as opções e a qualidade do plantel com três jogadores identificados com o campeonato português e a nossa forma de jogar, um futebol muito tático, de pormenores e, acima de tudo, com muita intensidade. E isso foi conseguido", concluiu Pepa.

O Paços de Ferreira, no 17.º e penúltimo lugar, em zona de descida, com 11 pontos, defronta o Moreirense, 11.º classificado, com 17, no Estádio Capital do Móvel, no domingo, a partir das 15:00, em jogo da principal Liga do futebol português.