Portugal
Onze pistas para ver o Sporting-Boavista
Mauro
2018-10-27 20:00:00
Lisboetas e portuenses defrontam-se em Alvalade, neste domingo.

Sporting e Boavista defrontam-se neste domingo, em Alvalade, num jogo que, segundo as estatísticas, deverá ter faltas e remates de longe com fartura.  

- O Sporting que não espere meiguices. A jogar fora de casa, o Boavista é, de longe, a equipa que mais faltas comete (22 por jogo).

- Ainda em matéria de agressividade, o árbitro deste jogo deverá ter muito trabalho. é que, para além das faltas, Boavista e Sporting são das duas equipas da Liga com mais cartões amarelos (24 para os portuenses, 21 para os lisboetas).

- Jogo aéreo terá peso. Sporting e Boavista são, respetivamente, a primeira e quarta equipas que mais duelos aéreos ganham na Liga Portuguesa.

- Isto acaba por influir nas bolas paradas. Sporting e Boavista são a terceira e quinta equipas que mais rematam na sequência de lances de bola parada. Marcar golos é que nem tanto.

- Este jogo deverá trazer muito mais bola para o Sporting. Se a lógica já o diria, os números confirmam-no: o Sporting é das equipas com maior percentagem de posse de bola nos jogos em casa, enquanto o Boavista, a jogar longe do Bessa, é a quinta que menos bola tem.

- Neste jogo, podemos esperar tiros de longe. É que Sporting e Boavista são, respetivamente, a primeira e quarta equipas que mais rematam de fora da área.

- Deixemos as estatísticas no campo. Este jogo poderá ter um peso grande nestas equipas. Para o Sporting, uma vitória significará aproveitar a escorregadela do SC Braga e ficar apenas a dois pontos dos minhotos. Para o Boavista, uma derrota acarretará, provavelmente, o ónus de terminar a jornada em zona de descida.

- O histórico não abona a favor dos portuenses. Em 61 jogos entre Sporting e Boavista, em Alvalade, o Boavista venceu apenas dois: a última já remonta a 1993, para a Taça. Marlon Brandão – que até já tinha passado pelos leões – colocou o Boavista na final do Jamor, na qual viria a perder com o Benfica, por 5-2. Para a Liga, a única vitória do Boavista em Alvalade foi em 1976, na altura comandados por José Maria Pedroto.

- As equipas chegam a este jogo em momentos muito diferentes. O Sporting um pouco tremido, depois de derrotas frente a Portimonense e Arsenal – com uma vitória pouco confortável frente ao frágil Loures, na Taça –, enquanto o Boavista vem de dois triunfos: Aves para a Liga e goleada ao Fátima para a Taça.

- Nani é o homem a ter em conta no Sporting – entre golos e assistências já leva 5 participações diretas em golos –, enquanto Fábio Espinho (duas assistências) e Falcone (dois golos) são os homens em foco no Boavista.

- Esta será a estreia de Gonçalo Cardoso – conhece-o? – em jogos frente aos grandes.