Portugal
Onze factos rápidos sobre o SC Vila Real-FC Porto
2018-10-20 20:15:00
No Dragão, os livres diretos têm vários donos.

O FC Porto venceu o SC Vila Real, por 6-0, num jogo no qual nem com um póquer Adrián conseguiu ser o grande destaque. Ainda assim, conseguiu algumas façanhas interessantes. Ele, Fabiano e Murta. 

- Adrián López já é ... o melhor marcador da equipa. Parece bizarro, mas o espanhol, com o póquer ao Vila Real igualou os quatro golos de Aboubakar (com muito menos minutos) e superou os três de Brahimi.

- Desde Walter – póquer ao Pêro Pinheiro, em 2011 – que um jogador portista não fazia quatro golos num jogo. Foi a estreia de Adrián nesta matéria em toda a carreira e, por extensão, no FC Porto.

- Há mais de quatro anos que Adrián não marcava pelo FC Porto. Marcou ao Bate Borisov, na Champions, em 2014.

- Murta, guarda-redes do Vila Real, conseguiu fazer o “Grand Slam” das equipas grandes. Já tinha defrontado Benfica e Sporting, pelo Gil Vicente, e agora defrontou o FC Porto, pelo Vila Real.

- No manter é que está o ganho? O FC Porto, apesar dos jogos na Taça da Liga e Taça de Portugal, continua a ter jogadores totalistas em titularidade. Felipe e Herrera, mais uma vez, estiveram no onze inicial, tal como em todos os restantes jogos (12).

- Esta é a segunda temporada consecutiva em que o FC Porto chega à meia dúzia. Já em 2017/18 tinha eliminado o Lusitano de Évora com 6-0. Curiosamente, esse jogo também foi o primeiro na Taça dessa época.

- Com ajuda do "playmakerstats", ficamos a saber que, nos dragões, os livres diretos têm batedores variados. Nas últimas cinco temporadas, já oito jogadores marcaram de livre: Adrián fê-lo ontem, mas Telles, Layún, Sérgio Oliveira, Maicon, Casemiro, Tello e Brahimi também já tinham conseguido a proeza.

- Este jogo marcou a estreia de Fabiano em 2018/19. O brasileiro não era titular pelos dragões há mais de três anos.

- O Vila Real já tinha defrontado seis vezes o FC Porto. Perdeu sempre e apenas duas não deram goleada. A tendência manteve-se.

- Se é para perder, é para ser de forma clara. As únicas derrotas do Vila Real, nesta temporada, foram frente a FC Porto (6-0) e Chaves Satélite (3-0).

Sê o primeiro a comentar: