Portugal
"O Gil Vicente não tem uma boa equipa, mas pode fazer uma boa equipa"
2019-08-10 23:10:00
Vítor Oliveira lembra que o campeonato vai ser uma "maratona"

Vítor Oliveira, técnico do Gil Vicente, estava naturalmente satisfeito pela vitória conquistada este sábado frente ao FC Porto, por 2-1, na primeira jornada da I Liga. Em conferência de imprensa, o treinador dos gilistas elogiou a segunda parte da sua equipa mas sublinhou que foi apenas "um jogo" e que o campeonato será uma "maratona". 

"Esta vitória é muito boa para nós. Primeiro, são três pontos que normalmente não são contabilizados. Depois, nesta fase do campeonato em que a equipa está a ser montada, ainda sabem melhor. Por outro lado, penso que os meus jogadores deram tudo para serem felizes. Fomos melhorando com o decorrer do jogo. Entrámos bem defensivamente e não permitimos grandes veleidades ao FC Porto, mas não saímos com grande qualidade. Na primeira parte defendemos e limitámo-nos a contra-ataques muito esporádicos e até pouco fundamentados. Tínhamos definido como estratégia esticar o jogo para as costas da defesa do FC Porto, mas nem isso conseguimos", começou por dizer. 

"No segundo tempo melhorámos, retificámos algumas situações e pressionámos mais à frente os dois médios-centro do FC Porto, dificultando o caminho à ação ofensiva do adversário. Aproveitámos também um bocadinho o cansaço que se notava em alguns jogadores do FC Porto e conseguimos realmente sair de uma forma mais objetiva. Fizemos dois golos e sofremos um, colocando alguma justiça no resultado. Não podemos dizer que fomos superiores ao FC Porto, mas demos uma boa réplica. São três pontos ótimos para nos moralizar e sentirmos que estamos no caminho certo", acrescentou.

"O Gil Vicente não tem uma boa equipa, mas pode fazer uma boa equipa. Precisa de trabalhar muito, precisa de ter este sentido de entreajuda que teve hoje e precisa de ter os pezinhos bem assentes no chão, porque isto não é um jogo, é uma maratona. Agora, é evidente que uma vitória destas nos satisfaz superiormente", rematou.