Portugal
"O Batuque é um clube de referência na formação de Cabo Verde"
2019-04-03 11:30:00
Ex-presidente em declarações prestadas no 'podcast Sporting160',

Bruno de Carvalho desmente a existência de 'jogadores fantasma' num protocolo assinado com o Sporting, ainda quanto era presidente, e o Batuque FC, de Cabo Verde. O antigo líder leonino fala de uma "estratégia perfeitamente normal" e explica como conheceu este emblema.

"É um clube de formação, foi-me apresentado pelo Guilherme Pinheiro e André Geraldes, depois pelo Carlos Vieira e Rui Caeiro", salientou, em declarações prestadas no 'podcast Sporting160'.

Bruno de Carvalho sustenta que o dinheiro aplicado "seria reavido por cada vez que o Sporting trouxesse jogadores vindos do próprio Batuque" e aproveitou para destacar o papel que este emblema tem na formação de jogadores em Cabo Verde, entre críticas a um protocolo que terá sido assinado pelo Benfica em 2009 com um 'clube-fantasma'.

"O Batuque não é um Brasa. O Brasa nunca teve nenhum jogador e nunca fez uma competição; o Batuque existe, tem uma formação e historial. Não se confundam as coisas, porque lá por ter o nome Batuque não significa que não seja um clube de referência na formação de Cabo Verde", disse o antigo presidente dos leões, que também falou sobre um eventual regresso ao clube verde e branco.

 

 

Sê o primeiro a comentar: