Portugal
"Nunca na vida". Ex-guardião do Aves nega resultados viciados
2020-05-08 10:25:00
Guardião confia na honestidade das gentes das Aves

Quentin Beunardeau, antigo guarda-redes do Desportivo das Aves, negou peremptoriamente a existência de resultados viciados no emblema avense. 

"Nunca na vida um jogador do Aves se venderia. Conseguimos a permanência ganhando no campo e não porque andámos a comprar jogos", garantiu o guardião, em entrevista ao jornal O Jogo.

As declarações do guardião surgem na sequência de um alegado áudio, que foi tornado público e entretando desmentido pelo Aves, onde uma ex-diretora, em conversa com o presidente da SAD, Wei Zhao, teria dito que foram combinados, previamente, alguns resultados, versão também agora negada por um jogador que fez parte do plantel até há pouco tempo.

O guarda-redes, que rescindiu contrato unilateralmente com o clube avense em abril, reclamando salários em atraso, referiu ainda que confia que a turma de Nuno Manta Santos conseguirá a permanência no principal escalão do futebol nacional.

"O Aves tem uma boa equipa. Perdemos muitos jogos sem sorte e isso fez-nos perder a confiança", referiu, acreditando que o Aves tem uma estrutura e um plantel de I Liga.

O emblema da Vila das Aves ocupa nesta altura a 18.ª e última posição da tabela com 13 pontos fruto de quatro vitórias, um empate e 19 derrotas.

Até ao momento, a formação avense marcou 23 golos e sofreu 47.