Portugal
No Sporting "lutámos por tudo mas não vencemos", lembra Peseiro
2020-03-26 09:50:00
"Nem no FC Porto nem na minha segunda fase no Sporting tive um grupo tão forte", crê o técnico

Por mais anos que passem, José Peseiro não esquece a forma como perdeu a final da Taça UEFA, em Alvalade, pelo Sporting e deixou escapar o campeonato para o Benfica na ponta final da temporada.

"Lutámos por tudo, mas não vencemos porque não tínhamos substitutos de qualidade para render os jogadores titulares", afirma Peseiro, lembrando que os leões viveram um "ótimo ano na Europa".

"Jogámos a final da Taça UEFA. Teríamos merecido ganhar, mas chegámos muito cansados", confessa Peseiro.

Em entrevista à 'Marca', o agora selecionador da Venezuela lembra qual foi o grupo mais forte que encontrou enquanto técnico principal.

"Penso que nem no FC Porto nem na minha segunda fase no Sporting tive um grupo tão forte. Faltava uma extensão da equipa, como no Real Madrid", revela Peseiro, antigo treinador-adjunto do Carlos Queiroz nos 'merengues'.

Peseiro deixou também a opinião sobre a falta que Ronaldo faz ao Real Madrid.

"Marcou e marcará a história de Madrid. Ele quebrou todos os recordes e ninguém pode igualá-lo. Será mais difícil para o Real Madrid encontrar um substituto para Cristiano do que para o Barcelona para Messi", realçou José Peseiro, que sonha levar a Venezuela ao Mundial2022.

"A Venezuela é a única equipa da CONMEBOL que nunca esteve num Mundial. Eu sei que não vai ser fácil. Estar no Qatar 2022 é uma obrigação para os outros. Brasil, Argentina, Colômbia, Uruguai e Chile são os candidatos, mas eu tenho esse sonho e a vontade necessária para realizá-lo."